Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Teixeira promete novo Santa Rita

Augusto Panzo - 22 de Julho, 2017

O treinador da equipa de Santa Rita de Cássia FC, Hélder Teixeira, manifestou ontem ao Jornal dos Desportos a sua satisfação com a nova dinâmica que a equipa apresenta, assim como os níveis competitivos demonstrados pelo plantel nos últimos jogos que antecederam à paragem do Girabola Zap de 2017.

\"Já começo a sentir-me satisfeito com a dinâmica que a equipa de Santa Rita apresentou até antes da actual paragem do Girabola Zap. Já foram notáveis bons níveis competitivos nos últimos jogos que disputámos, apesar de perder diante do Kabuscorp do Palanca\", revelou.

Para Hélder Teixeira, o comportamento indicia a possibilidade da equipa de Santa Rita de Cássia vir a registar bons resultados, e consequente melhoria classificativa no reatamento do Girabola Zap. \"A equipa está a corresponder aos meus anseios. São já notáveis certas melhorias no plantel, e isso dá-me a impressão de que até ao recomeço do Girabola, o Santa Rita vai dar muito trabalho \", disse.

Indagado sobre os presumíveis benefícios que as equipas podem tirar da pausa do Girabola Zap, Hélder Teixeira considerou relativa a questão, porque se isso beneficia a uns, acaba por prejudicar outros. \"Na minha opinião, a questão sobre vantagens ou prejuízos que a paragem do Girabola  pode proporcionar é relativo, porque há equipas que vão perder o ritmo. Tenho as minhas dúvidas, por exemplo, que o Petro volte a reiniciar o Girabola com o mesmo ritmo que demonstrou antes da paragem do campeonato. Falo em Petro, como podia falar numa outra equipa\", afirmou.

Reconheceu que esse fenómeno, não é no seu todo prejudicial, mas é ponto assente que acaba sempre por ser embaraçoso, principalmente, para as equipas que se encontravam embaladas antes da pausa. \"Essa pausa não é no seu todo prejudicial, mas é sempre embaraçoso. Sobretudo, para aquelas equipas que se encontravam bem embaladas na frente do campeonato, porque acaba por refrear o ritmo\", salientou. No entanto, Hélder Teixeira não vê da mesma forma a paragem para com as equipas que se encontram abaixo da linha vermelha, como é o caso do Santa Rita, para ele essa pausa pode ser aproveitada para a melhoria de erros.

Uígenses satisfeitos
com decisão da FAF


O presidente de direcção da equipa de Santa Rita de Cássia FC do Uíge, Nzolani Pedro, manifestou ontem ao Jornal dos Desportos a sua satisfação em relação à decisão tomada pela Federação Angolana de Futebol (FAF) contra o Progresso da Lunda Sul, na qual a formação do clube de Saurimo perde três pontos na secretaria, por má utilização de um jogador.

\"Acho que a decisão ajusta-se bem ao contexto, porque a direcção da equipa da Lunda Sul reagiu à margem das leis, ao utilizar o jogador quando este se encontrava na condição de castigado. Se as leis são para serem cumpridas, então, a decisão foi bem tomada\", disse.

Os três pontos acrescentados à soma da equipa, constituem motivo de regozijo, na medida em que permitiram subir mais um degrau na tabela, que automaticamente possibilita  acalentar mais esperanças.

\"Subimos um degrau que nos permitiu sair da última posição em que nos encontrávamos. Isso, permite-nos manter ainda as esperanças acesas, quanto à luta pela permanência. Aliás, mesmo sem os três pontos ganhos na secretaria, os últimos jogos davam indícios de que a qualquer altura nós sairíamos da situação\", admitiu Nzolani Pedro.

Sobre os salários em atraso referentes à primeira volta, o presidente de direcção do Santa Rita de Cássia FC disse que o patrocinador comprometeu-se em liquidar na totalidade, mas os que dizem respeito à segunda volta são da inteira responsabilidade da direcção do clube.

\"O nosso patrocinador aceitou pagar os salários em atraso, referentes à primeira volta. Agora, quanto aos que dizem respeito à segunda volta, estes são da nossa inteira responsabilidade. Neste momento, nós estamos a encetar contactos para encontrarmos outro potencial patrocinador\", afirmou.