Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Teixeira vaticina Girabola a doer

Augusto Panzo - 26 de Março, 2018

Tcnico do Sambizanga admirado com a concorrncia no campeonato nacional

Fotografia: Jornal dos Desportos

O treinador do Progresso do Sambizanga, Hélder Teixeira, reconheceu que o Girabola Zap de 2018 está renhido nessa sua fase primária, a julgar pela competitividade que se regista e concomitantemente, a classificação apertada que se observa na tabela geral.
Hélder Teixeira acha que o presente Girabola está a ser dos mais competitivos dos últimos tempos, pois, a ínfima diferença pontual diz tudo, e numa análise minuciosa do terceiro ao 13º colocado, está fixada em seis pontos.
\"Acho que este é dos Girabola mais competitivo dos últimos tempos, não apenas em função da qualidade de jogadores,  também pela classificação. Como se pode ver, todos nós estamos quase ao mesmo nível em termos classificativos, apesar de algumas equipas como o Petro, 1º de Agosto e mesmo o Progresso,  terem menos jogos que outras\", disse o treinador dos sambilas.
Reforçou o seu ponto de vista ao facto do Girabola estar na sua sétima jornada, o que faz perspectivar que muita coisa surpreendente pode ocorrer até ao fim da competição.
\"Repare que o Girabola  vai na  sétima jornada, mas as equipas estão juntinhas na tabela. Isso, é muito bom para o futebol nacional. Estou bastante feliz com a produtividade do nosso Girabola. Essa competitividade revela que as equipas estão de facto a trabalhar muito, na qualidade dos jogadores\", referiu. Para Hélder Teixeira, o facto do Interclube estar isolado à frente da tabela com 16 pontos, não significa fraqueza dos concorrentes, mas eficácia da equipa da Polícia Nacional, porque a seu ver, o grosso das equipas que fazem o campeonato está colada praticamente na mesma zona, e nas mesmas circunstâncias pontuais. 
\"O Interclube está a liderar de forma isolada a tabela classificativa, o campeonato não deixa de ser renhido. O que se passa na verdade, é que o Interclube foi muito eficaz nos jogos que disputou, o que facilitou amealhar os pontos que tem. Isso, não tira o mérito às outras concorrentes. Aliás, é preciso ter em conta, que mais um desaire para a formação do Rocha Pinto, tudo ganha contornos de mais competitividade ainda\", afirmou Hélder Teixeira.

CONSTATAÇÃO
“Cuando Cubango está a surpreender”

A equipa do Cuando Cubango FC, que ocupa a oitava posição da tabela de classificação, em sete jornadas disputadas, à frente de conjuntos tidos como papões do Girabola Zap, se bem que essa equipa está apenas a conseguir pontuar na sua casa, já leva três vitórias em quatro jogos, é a grande surpresa do Girabola Zap de 2018, na visão do técnico do Progresso Sambizanga, Hélder Teixeira. 
"Até agora é uma surpresa para mim ver o Cuando Cubango FC ter nove pontos e situar-se acima de equipas tidas como potenciais candidatos ao título, apesar de que esta equipa só está a fazer bons resultados em sua casa. Isso demonstra que o nosso futebol está a trilhar novos rumos", salientou.
Indagado a comentar a respeito dessa surpresa, o técnico do Progresso Sambizanga não se coibiu e foi logo à justificação de que antigamente bastava saber que um Petro, um Libolo ou seja qual for desses grandes defrontar o Cuando Cubango FC, ficava-se imediatamente com a ideia de que o conjunto das terras do progresso era simplesmente o derrotado.
"Não haja dúvidas de que no passado se ouvíssemos que o Petro de Luanda, o Recreativo do Libolo ou o 1º de Agosto vai defrontar o Cuando Cubango FC ficávamos com a ideia primária de que a formação do Cuando Cubango seria derrotada. Mas hoje a realidade é bem diferente. Tiro aqui o nosso próprio exemplo. Perdemos lá em Menongue. Tudo isso indica que essa competição está difícil. Está a ficar que nem uma Liga Inglesa", fundamentou. 
O treinador sambila enalteceu igualmente a postura da Académica do Lobito, equipa que à saída da sétima ronda ocupa a terceira posição da tabela.
"A Académica do Lobito também está a surpreender a todos. O terceiro lugar que ocupa justifica o que está a produzir em campo. Veio a Luanda impor um rigoroso empate ao Petro e em sua casa aplicou uma derrota ao 1º de Agosto. Mas quero aqui lembrar que a questão do Girabola não é quando começa, mas sim como termina", rematou.

Amanhã
Domant defronta equipa sensação


A equipa do Domant FC que tirar melhor proveito da pausa que se verifica no Girabola Zap, devido aos compromissos dos Palancas Negras, referentes à primeira Data/FIFA do ano, assinalada no último fim-de-semana.
Assim, depois de ter defrontado a formação do Progresso Sambizanga no sábado passado, em amistoso, num duelo que se saldou numa igualdade sem golo, a equipa do Domant FC do Bula Atumba já tem em vista o segundo confronto amigável.
Nesse contexto, o conjunto da província do Bengo mede forças amanhã, às 15h30, no Estádio Municipal do Dande, com a formação do Cuando Cubango FC, conforme garantias do director para o futebol do grémio das terras do "Jacaré Bangão", Joaquim Sebastião Miguel "Paiton". 
"Depois deste jogo com o Progresso (no sábado), temos mais um jogo amigável na próxima terça-feira (amanhã) à tarde no Estádio do Dande. O adversário será a formação do Cuando Cubango FC, que quer manter os seus níveis competitivos, em função do jogo da oitava jornada que terá no fim-de-semana próximo, com o 1º de Maio de Benguela", disse.
Na óptica do dirigente do grémio do Bengo, a intenção desses jogos reside no facto da equipa técnica do Domant FC querer tirar maior proveito da pausa, fazendo correcções a dando maior rodagem ao plantel.
"A equipa técnica quer aproveitar da melhor forma este repouso que se vive no Girabola, de maneira a dar maior rodagem ao grupo e corrigir os principais erros que estão a inquietar a equipa. Espero de facto que o corpo técnico consiga tirar boas ilações nesses desafios",ressaltou.