Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Temos de ser compactos e manter a coeso"

Benigno Narciso - Lubango - 26 de Janeiro, 2019

Hlder Cruz, tcnico -adjunto da formao afecta Regio Militar Sul

Fotografia: Edson Fabrzio (Bi | EDIES NOVEMBRO

O Desportivo da Huíla está determinado a sustentar a sua prestação numa actuação compacta, coesa e com senso de responsabilidade elevado, diante do Recreativo da Caála, esta tarde a partir das 15h30, no Estádio do Ferroviário, no Lubango, e manter a senda de vitórias.
Hélder Cruz, técnico -adjunto da formação afecta à Região Militar Sul, assegurou que a adopção da postura visa contrapor o potencial do adversário, que qualifica de muito difícil e com uma equipa técnica experiente, daí, o grau elevado de precaução.
“É um adversário muito difícil, com uma equipa técnica experiente. Já estamos habituados a jogar com equipas trabalhadas pelo professor David Dias, por isso, estamos conscientes que vêem para contrariar os nossos objectivos. Entretanto, temos de ser uma equipa compacta, coesa e com o senso de responsabilidade para fazer um bom jogo e vencer”, anteviu.
O adjunto de Mário Soares, no comando técnico da formação que lidera actualmente a prova com 25 pontos, indicou que a equipa técnica do Desportivo da Huíla está preocupada com o baixo aproveitamento que regista na finalização, apostou uma preparação mais virada para aspectos ofensivos.
Acrescentou, que a equipa está a marcar poucos golos nos últimos jogos, por tratar-se  de uma partida em casa, o conjunto precisa de marcar o maior número possível de golos, de modos a estar mais próximo do objectivo que pretendem.
“Ocupamos a nossa preparação a trabalhar os aspectos ofensivos, porque nas últimas jornadas temos marcado poucos golos. A jogar em casa, temos de marcar muitos mais golos, para pensar na vitória. Estamos preocupados em pontuar de jogo em jogo”, destacou.
Com o avançado nigeriano Razaq fora das contas, por lesão, a equipa huilana conta com a entrada do defesa direito Sidney e com o médio Nandinho, que falharam o jogo passado na deslocação à Cabinda, em que venceram, por 1-0, o Sporting local.
O Desportivo pode alinhar de início com o onze que triunfou na província mais ao Norte do país, com excepção das entradas de Sidney e Nandinho, ou seja, Ndulo à baliza, Chiwe, Sargento, Sidney e Emilson na defesa, Bruno, Milton, Cagodó e Nandinho no meio -campo e Beto e Leonel no ataque.