Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Teste de fogo

Pedro Augusto - 14 de Maio, 2016

Militares e palanquinos disputam tarde o jogo do dia e da jornada

Fotografia: Jos Cola

O 1º de Agosto tem hoje à tarde a partir das 16h00, no Estádio 11 de Novembro, mais um teste de fogo no Girabola Zap 2016. Os militares jogam com o Kabuscorp do Palanca num dos três dérbis luandense, referentes à 12ª jornada da competição.

Os militares aprovaram no primeiro exame diante do Recreativo do Libolo, esperam manter o ciclo vitorioso no campeonato, apenas interrompido pelo Recreativo da Caála na sexta jornada com derrota de 2-0, mas que não abalou as suas estruturas. Ou seja, independentemente do estado de graça dos palanquinos que venceram na ronda passada o Benfica de Luanda, já sem Miller Gomes no comando técnico, o líder espera manter a diferença de nove pontos sobre o adversário desta tarde.

A mesma pretensão tem o campeão de 2013. O Kabuscorp liderado provisoriamente por Mateus Agostinho "Bodunha" sabe que o desafio desta tarde diante do 1º de Agosto, é de capital importância para as suas aspirações de grupo, uma vitória coloca a seis pontos do líder do campeonato.

O objectivo dos palanquinos  é vencer o jogo com os militares,  apesar da sexta posição na tabela de classificação, sabem que nada ainda está perdido.

Estes dados são mais do que suficientes para que se assista hoje no Estádio 11 de Novembro, ao Camama, a um grande jogo em que o 1º de Agosto independentemente das particulares de um dérbi, é favorito à conquista dos três pontos.

O sensacional Recreativo da Caála às ordens de Alberto Cardeau tem igualmente uma missão espinhosa esta tarde. Ainda assim, a equipa da terra do milho tenta no Dundo "garimpar" os três pontos, ou no mínimo um, no duelo com o Sagrada Esperança, com início para às 15h00.

Os diamantíferos estão melhor posicionados que os caálenses, jogam em casa e competitivamente estão mais fortes, por isso, são favoritos à vitória.
Entretanto, os lundas estão mais concentrados no jogo da segunda mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação, diante do Young Africans, na próxima semana que pode ser um "gancho" a favor  dos caálenses. O Sagrada Esperança leva vantagem de dois pontos sobre o Caála (9º/12 - 12º/11). Assim, um triunfo dos visitantes pode significar a troca de posições com os visitados, o que anima ainda mais o duelo.

O Porcelana FC do Cazengo (13º/13 pontos) está com um campeonato aos altos e baixos. A equipa treinada por Luís Mariano chegou a estar na zona de despromoção, posição que espera não regressar. Para tal, está obrigado vencer o jogo desta tarde no estádio dos Dinizes, diante do Progresso da Lunda Sul (9º/10).

Os lundas pontuaram uma vez fora de casa. É o proveito que almejam repetir hoje em Ndalatando porque em caso de derrota são ultrapassados pelos cuanza-nortenhos na tabela de classificação.

A equipa visitante durante a semana estiveram muito empenhados a afunar todos os detalhes defensivos e ofensivos, rodaram jogadores nos treinos nestes sectores e, então, hoje tentarão tudo para ganhar.


FILIPE NZANZA
“Atravessamos
bom momento”


O treinador - adjunto do 1º de Agosto, Filipe Nzanza, antevê dificuldades no dérbi de hoje  às 16h00, no Estádio 11 de Novembro, diante do Kabuscorp do Palanca, mas reafirma a vontade de vencer o jogo para continuar na liderança isolado do Girabola Zap 2016. De acordo com o técnico militar, a preparação durante a semana decorreu sem sobressaltos, aliado ao facto de recuperarem alguns jogadores que estavam limitados.

"Toda a gente sabe que vai ser um bom jogo. Esta semana treinámos bem, recuperamos o Dani Massunguna e o Ary Papel, o Jumussi também já está com o grupo e estamos confiantes, porque atravessamos  bom momento", disse em conferência de imprensa.

Os jogadores que compõem o plantel militar dão garantias à equipa técnica, que minimiza a ausência dos atletas quando enfrentam alguma limitação.

" Temos um plantel composto por 25 jogadores e quando alguns jogadores estão limitados, temos outros disponíveis e dão o melhor, de modos a não se dar muito pela falta dos ausentes", disse. O antigo médio dos rubro -negros defende o respeito por todos os adversários do Campeonato Nacional, antevê um jogo bem disputado, mas sempre focado no objectivo que passa pela conquista da vitória.

"Penso que todas as equipas que estão no Girabola devem ser respeitadas, seja o 4 de Abril, o Porcelana, o Desportivo, esse vai ser um bom jogo, porque sabemos que o Kabuscorp também querer ganhar o jogo e vai abrir espaços para nós jogarmos", analisou.

Filipe Nzanza disse serem importantes  os três pontos para manter a diferença pontual em relação aos opositores mais directos, nesta primeira metade do campeonato.

"Queremos manter o mesmo ritmo, melhorar a nossa exibição e sair vitoriosos do desafio, de modos a garantir a diferença de pontos que nos separa dos nossos concorrentes neste momento", referiu.                             
JORGE NETO


DISPONIBILIDADE
Militares têm jogadores recuperados


Os regressos dos médios Ary Papel, Mingo Bile e Jumisse tornam mais forte a equipa do 1º de Agosto para o dérbi desta tarde, no  Estádio 11 de Novembro, diante do Kabuscorp do Palanca, num dos desafios de destaque da 12ª jornada do campeonato.

Os dois primeiros jogadores falharam o jogo anterior devido a lesões, enquanto o terceiro esteve ausente, por acumulação de cartões amarelos.
Ultrapassadas as limitações físicas e disciplinares, os três atletas estão aptos a integrar a convocatória do técnico bósnio Dragan Jovic.Do mesmo modo, está disponível o capitão Dani Massunguna que saiu tocado aos 57 minutos da partida com o 1º de Maio de Benguela, na altura substituído por Vado, que  estreou-se com a camisola rubro -negra.

O choque no joelho direito não impede  o experiente defesa central voltar aos campos esta tarde, e capitanear os colegas, em que se pretende uma vitória do líder do Girabola Zap.

Com a disponibilidade dos quatro jogadores, a equipa técnica militar tem opções para encarar  o dérbi, dado que são "peças" fundamentais na manobra do conjunto, por serem habituais titulares. De fora, continua o avançado Patrick, que ainda não recuperou do ferimento na perna direita e  falha o segundo jogo consecutivo, abre portas a Makiavala para ser convocado.  
JN


KABUSCORP
Bodunha promete lutar pela vitória


A vitória sobre o Benfica de Luanda, na ronda passada, elevou o moral do jogadores do Kabuscorp do Palanca. Por isso, pode  servir de  tónico para uma nova vitória no jogo de hoje às 16h00,  no Estádio 11 de Novembro, diante do 1º de Agosto, segundo o técnico interino  da  equipa palanquina, Mateus Agostinho "Bodunha",  em entrevista ao Jornal dos Desportos.

O antigo internacional disse que apesar de não ser uma tarefa fácil, tudo vão  fazer para saírem de Camama com os três pontos.

"Estamos cientes que a vitória na jornada anterior foi boa,  porque eleva sempre o moral do grupo. Mas devo dizer que já faz parte do passado e não queremos dormir à sombra dela. Mas é certo que aqui no Kabuscorp, a vitória é uma palavra de ordem e  trabalhamos todos os dias com o propósito de ganhar todos jogos que enfrentamos  e este jogo não foge à regra",disse.

O técnico sublinhou que  a equipa  agostina está moralizada, a julgar pela grande campanha  que está a fazer no Girabola  e  acredito que neste jogo vai agigantar -se ainda mais.

"... (O 1º de Agosto) é um adversário de respeito, os resultados que  vem obtendo nesta prova (Girabola Zap) espelham bem  a grande forma competitiva  que está atravessar. É um crónico candidato ao título, está bem embalado e acredito que também  tudo vai fazer para voltar a somar mais  uma vitória para facilitar ainda mais as contas para o título. Mas esta é uma questão que dominamos com clareza e dela vamos procurar tirar as melhores ilações a nosso  favor", disse.Bodunha  adiantou que o favoritismo do adversário não deve ser um factor  inibidor para que os atletas partam  com o espírito de  derrota.

"Ninguém tem dúvidas que o 1º de Agosto  é um grande adversário, mas não vamos entrar  acanhados, pelo contrário, vamos  entrar de cabeça erguida e lutar  com humildade  em busca de um bom resultado", referiu disse.O lateral direito Mussumari, que se encontra adoentado, falha o jogo desta tarde.
MANUEL NETO