Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Trabalhamos para contrariar pontos fortes da Acadmica

Benigno Narciso - Lubango - 15 de Fevereiro, 2020

Fotografia: Edies Novembro

Digerida a derrota no jogo com o 1º de Agosto, na quarta-feira, para  acerto da 16ª jornada, o técnico-adjunto do Desportivo da Huíla, Paulo Campos “Caricoco”, reconheceu, ontem, nesta cidade, o grau de dificuldades para pontuar no Lobito.Argumentou que a Académica constitui, sempre, um adversário quase imbatível no seu reduto. Ainda assim, admitiu que para lograr os objectivos tem de jogar com todos os argumentos  de que dispõe.

“Esperamos enormes dificuldades, pois, a Académica é quase imbatível no Estádio do Buraco. Contudo, vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para pontuar. Já sabemos como é que a Académica está, como nos devemos portar, para contrariar, ao máximo, todo o favoritismo que tem em casa”, reconheceu.

Paulo Campo “Caricoco” detalhou, que a equipa huilana trabalhou no aperfeiçoamento dos aspectos que os lobitangas têm de melhor, para contrariar ao máximo as suas potencialidades ofensivas e defensivas.“Trabalhamos naquilo que a Académica tem de melhor. Vamos procurar invalidar o seu melhor para contrariar ao máximo as suas acções ofensivas, e procurar fazer golos para ganharmos o jogo”, descreveu.

O regresso das cinco unidades, que integram a equipa base, que desfalcaram a equipa na recepção ao campeão nacional, por força de acordos de cedência de empréstimo, reforça o estado de prontidão dos militares da Região Sul que procuram regressar aos triunfos.Mário Soares pode contar  com os defesas, Sargento e Mingo Bille, os médios Bruno de Jesus e Manucho Diniz e o avançado camaronês Boateng.