Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Trabalhmos a pensar neste jogo

12 de Maio, 2018

A Académica do Lobito está preparada e confiante para recepção amanhã, às 15H30', no Estádio de O’mbaka, o Kabuscorp do Palanca em desafio pontuável para a 15ª jornada do Girabola Zap2018.
Rui Garcia afirmou que, apesar do potencial do adversário, promete surpreender para manter na senda dos resultados positivos. “Trabalhámos arduamente, durante a semana, a pensar neste jogo”, assegurou.
“Vamos defrontar uma equipa forte e capaz de vencer em qualquer campo”, comentou o técnico da Académica do Lobito que lamentou o facto de o seu oponente estar a atravessar momentos difíceis, na sequência da retirada de seis pontos do “Caso Rivaldo”.
Admitiu ser uma situação que abala a todos, ainda assim, acredita na determinação dos jogadores, técnicos e direcção da agremiação palanquina na superação do problema. “É um assunto que abala toda uma estrutura”, reconheceu.
“A direcção do Kabuscorp do Palanca é forte, sabe dar o melhor para a equipa jogar sem sobressaltos. Por isso, acreditémos que não será um jogo fácil. Fizemos uma observação atenta e trabalhámos nos detalhes de forma que não sejamos surpreendidos no nosso reduto”, precisou.
Rui Garcia apelou à presença em massa do público no estádio de O’mbaka no sentido de torcer pelo triunfo da sua equipa. “A presença do público no estádio é imprescindível. Precisamos sentir o calor e o afecto dos nossos adeptos, sobretudo nos momentos de aflição. O jogo promete despique, pelo que estamos proibidos a errar (…)”, alertou.
Sem precisar o “onze” inicial a utilizar no desafio contra o Kabuscorp do Palanca, tudo aponta que o professor Rui Garcia pode apostar no esquema táctico versado no 4x4x2, desdobrável em 4x3x3/5x3x2, constituído por: Ndulu; Lolô, Zebedeu, Johnson (ou Milambo) e História; Lourenço, Kambi, Vander e Chilô; Jiresse e Lelas.