Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Traa promete equipa combativa

Morais Canmua, no Lubango - 22 de Abril, 2015

CDH e RL jogam hoje tarde no Estdio Nacional da Tundavala

Fotografia: Aro Martins

O factor casa, a altitude e a determinação dos jogadores, são factores que os jogadores e a equipa técnica do Clube Desportivo da Huíla confiam para conquistar os três pontos no jogo de hoje, às 15h30, no estádio da Tundavala, no Lubango, diante do Recreativo do Libolo, para acerto da terceira jornada do Girabola 2015.    

Os militares da Região Sul, de acordo com o técnico Ivo Traça, sabem que os rapazes de Sébastien Desabre são superiores, por isso, favoritos à vitória no duelo desta tarde. Mesmo assim, prometem tudo fazer para pontuar e desse modo, redimirem-se da má imagem deixada no jogo da jornada passada, em Luanda, ante o Progresso do Sambizanga,  em que perderam por 2-1, depois de estarem em vantagem no marcador.

“A receita é entrarmos determinados, sem receios e fazermos o nosso jogo. Se no sábado, o intenso calor na capital do país foi o nosso principal adversário, aliado a apatia dos meus rapazes, amanhã (hoje) no jogo diante do Recreativo do Libolo, tudo será diferente”, disse.

A antiga estrela do 1º de Agosto e dos Palancas Negras disse, que os integrantes do CDH nutrem grande respeito pelo campeão Libolo, mas vão lutar pelos três pontos do primeiro ao último minuto.  “Respeitamos profundamente o adversário, mas temos as nossas responsabilidades e objectivos no campeonato. Por isso, vamos dar o máximo para fazermos um bom jogo e para pontuarmos”, realçou.

Ivo Traça espera por uma atitude vigorosa do adversário, dado o facto de na jornada passada ter empatado com o Interclube (1-1) e estar à procura de melhor posicionamento na tabela de classificação, atendendo à sua condição de campeão em título e sério candidato à revalidação.

Os libolenses estão na quinta posição do campeonato com 13 pontos, mais quatro que os militares da Região Sul, na 11ª posição. Perante esse quadro,  pode-se notar que os comandados de Sébastien Desabre vão entrar em campo com grande apetência, pois uma vitória  pode-lhes catapultar para o segundo lugar da prova.

Já em relação aos militares da Região Sul, uma vitória podia colocá-los com 12 pontos na oitava posição em parceira com Académica do Lobito e Petro de Luanda. O jogo não se disputou na data programada em virtude do engajamento do campeão nacional nas Afrotaças.


“ONZE” INICIAL
Treinador faz mexidas


Depois da desastrosa prestação no jogo da jornada passada, diante do Progresso do Sambizanga, em que perderam por 2-1,  o técnico do Clube Desportivo da Huíla, Ivo Traça, vai fazer algumas mexidas no “onze” que defronta hoje, às 15h30, no estádio da Tundavala, o Recreativo do Libolo, em jogo de acerto para a terceira jornada do Girabola 2015.

Desse modo, o defesa central Aly volta às opções como titular,  depois de ter estado ausente em duas partidas,  devido a problemas migratórios que o obrigaram a  deslocar-se ao Congo Democrático,  seu país de origem. Com essa mexida, o jovem Elias regressa ao banco de suplentes. A nível do meio-campo,  Baby, que apontou o soberbo golo diante dos sambilas, deve ser igualmente rendido por Nandinho.

Do mesmo modo, as recuperação de Lito e  de Elísio, que estavam lesionados há várias semanas, traz maior alento às opções de Ivo Traça que pretende maior dinâmica na desenvoltura do jogo ofensivo e na recuperação ofensiva.

Ontem de manhã, às 8h00, a equipa realizou o último treino no relvado do estádio da Tundavala, local do desafio desta tarde, onde ensaiou as questões de posicionamento dos jogadores em campo, cobranças de livres directo e indirecto, entre outros.

Deste modo, o treinador Ivo Traça pode entrar com o seguinte “onze”: Lambito-  Sidney, Chiwe, Aly e Kumaka- Tchitchi, Cassinda, Belito e Severino ou Cagodó- Nandinho e Chiquinho. 
MC