Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Traguil destaca trabalho da concorrência

AUGUSTO PANZO - 19 de Março, 2018

Sérgio Traguil enaltece competitividade no Girabola Zap 2018

Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro



O treinador do Kabuscorp do Palanca, Sérgio Daniel Traguil, enalteceu a forte concorrência que se verifica nesta fase inicial do campeonato nacional. O português ao serviço da formação palanquina reconhece que os principais favoritos à luta pelo título têm planteis compactos.
Na óptica do treinador do Kabuscorp, o facto dos candidatos ao título apostarem fortemente no reforço das equipas, torna a competição renhida neste princípio do Girabola Zap de 2018.
\"Vamos continuar a trabalhar, porque todos os jogos que se aproximam são complicados. Há uma concorrência forte neste Girabola. O Interclube começou muito forte, o 1º de Agosto idem tal como o Petro de Luanda. Essas equipas mantiveram os respectivos esqueletos de há dois ou três anos, facto que torna este Girabola uma competição muito complicada\", frisou.
Para além da manutenção quase total dos respectivos planteis, Sérgio Traguil revela que os concorrentes igualmente contrataram reforços valiosos.
\"Acho, que para além de terem mantido quase os planteis intactos, os nossos concorrentes conseguiram também reforçar-se com jogadores de boa qualidade e renome, facto que os torna compactos. Isso, implica que todos teremos de suar, para levar por diante os nossos desideratos\", disse.
Sérgio Traguil sabe que a partir de hoje, o Girabola Zap regista uma pausa de 12 dias,  período que o treinador aproveita da melhor forma, com vista a corrigir os aspectos negativos que se registam no seu conjunto.  
\"Sei que o Girabola vai parar por uma semana e mais alguns dias, mas como sempre, vamos trabalhar com vista os próximos jogos. Queremos encará-los com a mesma postura demonstrada no jogo com o Domant FC\", admitiu.
Avançou, igualmente, que o plantel do Kabuscorp está numa fase de reconstituição, com o propósito de mais cedo ou mais tarde atingir o objectivo, que é  aproveitar as deixas que os adversários permitirem e lutar para vencer o campeonato.
\"Deixa-me dizer, que todos os jogos são complicados, para nós seja quem for o adversário que vier a seguir, é  para vencer de formas a alcançarmos os lugares cimeiros da tabela classificativa, que é o que projectámos. Aliás, o Kabuscorp está a construir uma equipa para vencer. Mais futuro ou menos futuro, nós vamos conseguir esse projecto e lutar ainda mais pelo objectivo\", advertiu.
Contudo, não foram só os adversários directos do kabuscorp do Palanca que reforçaram os seus planteis. O campeão do Girabola de 2013, para além de contratar o treinador português Sérgio Traguil, fez entrar igualmente alguns jogadores que estão a dar outra dimensão à equipa.
Trata-se do avançado camaronês Arouna, que em três jogos que disputou marcou igual número de golos, e o argnetino Calero. Aliás, Arouna marcou o tento da vitória dos palanquinos no duelo de sábado último, no Dande, diante do Domant FC.
Reconhecimento
Traguil considera
estádio do Dande
 um “inferno”

O Kabuscorp do Palanca venceu o Domant FC de Bula Atumba, por 2-1, no jogo disputado no sábado no Estádio do Dande, mas o treinador da formação do Palanca deixa um alerta com relação à forma de actuar do conjunto do Bengo.
Sérgio Traguil acredita mesmo, que pela forma como o Domant FC está a jogar, muitas equipas devem passar mal, enquanto jogarem na condição de visitantes no relvado do Municipal do Dande.
\"Tivemos um adversário que nos criou situações complicadas, que tem muita juventude no seu seio e muito talento. Acredito, que em função desses pormenores todos, muitas equipas vão passar mal quando vierem defrontar a formação do Domant FC, porque este Estádio do Dande é um \"inferno\", começou por afirmar o técnico do Kabuscorp do Palanca.
Sérgio Traguil manifestou a sua satisfação pelo triunfo, reconheceu que o jogo foi muito difícil, num terreno complicado.
\"Estou satisfeito porque a minha equipa venceu o jogo com o Domant, foi um desafio  difícil, num terreno complicado. Há que enaltecer a minha equipa, pelo facto de sair de uma desvantagem em que virou o resultado em nosso favor. Criámos diversas situações de golo, que podiam nos levar a um score de três, quatro ou mesmo cinco bolas a uma, mas não foi possível. Contudo, é uma vitória que merecemos\", destacou.
O técnico enalteceu o carácter que os seus jogares tiveram em virar o resultado, assim, como pela qualidade que demonstraram num terreno adverso, apesar, de na segunda parte terem perdido a identidade que caracteriza o seu conjunto.
\"A vitória foi inteiramente merecida para nós, embora, na segunda parte não tivemos a identidade que nos caracteriza que é jogar com a posse de bola e bola no chão, se bem que criamos muitas situações flagrantes de golo\", declarou.         
O Kabuscorp do Palanca, um dos sérios candidatos à conquista do título do presente Girabola Zap, leva desvantagem em relação a um potencial concorrente, o 1º de Agosto, com quem perdeu na quinta jornada do campeonato por 3-1.
Contudo, nas hostes do Palanca não se vive momentos conturbados, pois ainda existe muito campeonato pela frente.                                  AP