Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Tranquilidade visvel no balnerio do Interclube

Valdia Kambata - 25 de Agosto, 2016

Ambiente actual nos balnerios o retomar nos prximos desafios o ciclo de vitrias consecutivas

Fotografia: kindala Manuel

O lateral esquerdo Fernando Quitanda “Chora”, garante que o Interclube mantém a mesma  ambição de  luta pelos  lugares  cimeiros  da tabela classificativa  do Girabola Zap, apesar  da derrota no jogo com a equipa do 1º de Maio de Benguela, a contar para a 22ª jornada.

"Foi um jogo incaracterístico em que sofremos um golo muito cedo. Isso,  dificultou muito a  nossa forma de jogar, mas não nos impede de  continuar a lutar pelos lugares cimeiros. Sei que atrasámos um pouco. 

Vamos continuar a lutar", salienta o lateral esquerdo  do Interclube.Em relação ao ambiente actual nos balneários, em que  os polícias vinham de um bom período com três  vitórias consecutivas, o defesa Chora  garante  que a equipa  está unida. " Estávamos bem com três  vitórias, infelizmente, perdemos com o 1º de Maio. Estamos todos tranquilos e focados nos nossos  objectivos. A derrota  está esquecida, vamos trabalhar para atingir as metas traçadas pela direcção do clube", promete..

" A equipa está a reagir bem à derrota. Abalou um pouco em função daquilo que temos feito, mas graças  ao trabalho levantámos a cabeça e estamos prontos para outro desafio", diz o defesa esquerdo dos polícias."O meu maior desejo  aqui é trabalhar sério e ajudar o Interclube a atingir os seus  objectivos" sublinha quanto aos  objectivos para a segunda volta, e acredita que a derrota não influencia o cumprimento do que está traçado.
" Não vai atrapalhar as nossas ambições, não é por uma pequena queda que vamos desistir, antes pelo contrário, ainda existem muitos jogos pela frente e temos de estar preparados jogo após jogo", acrescenta .

Chora é o reforço que o Interclube foi buscar  para a segunda volta,  admite dar o seu melhor, mas para tal, assume lutar pela titularidade. “ Vim para um grande clube onde sei que posso ser o mesmo do passado, mas sempre a contar com a ajuda dos meus colegas”, confessa.

O atleta afirma que está bem fisicamente, e que tudo vai fazer para manter-se no Interclube, para além dos seis meses de contrato.  "É uma equipa do topo, com muitas boas condições de trabalho. Espero dar o meu melhor ", destaca o defesa formado no FC Bravos do Maquis e que já representou o ASA, Kabuscorp do Palanca e Progresso do Sambizangae.

HOJE
Polícias voltam
aos trabalhos


Os polícias  voltam hoje ao trabalho a partir das 8h00 ,  no Estádio 22 de Junho,  depois de três dias de folga dados pela equipa técnica, em função do interregno que se verifica  no Girabola Zap, devido aos treinos dos Palancas Negras.

O técnico Zdravko Logarusic e seus adjuntos querem aprimorar os lances combinados e os vários sistemas tácticos para que a equipa retome o ciclo de vitórias  e enverede pela luta aos lugares  cimeiros da classificação.

Nesta semana de  trabalho, o grupo em actividade no sistema bi -diário, deixa patente o trabalho de desenvolvimento técnico e físico, de forma a colmatar algumas dificuldades que os atletas apresentam, assim como dotar o grupo de maior mobilidade dentro do campo.

Nesta sessão, o treinador dos polícias não deve abdicar dos seus métodos e estratégia, mesmo com as questões de lesões e castigos  federativos de alguns jogadores, situação que assolado a equipa.
VK