Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Tricolor procura conforto do topo

Betumeleano Ferro - 05 de Janeiro, 2019

Alguns jogos mexem de maneira significativa com a estrutura do campeonato nacional

Fotografia: Edies Novembro

O dérbi mais quente da décima (10) jornada do Girabola Zap 2018/2019, é o Interclube -Petro de Luanda, marcado para hoje, a partir das 15h30m, no estádio 22 de Junho, nesta \" ronda\" que abre com cinco jogos em que, diga-se,  os principais candidatos têm \"ossos duros de roer\" e correm sérios riscos de desperdiçar no mínimo dois pontos, como sucede quando há empates.
Os tricolores já experimentaram todas as sensações possíveis na casa dos polícias mas, ainda assim, o que sucedeu na jornada passada fez renascer a esperança do adepto tricolor, que seguramente hoje vai comparecer em massa para testemunhar o que aparenta ser a resposta do plantel aos críticos.
Ainda sem muitas obras para ser olhado como candidato, o Interclube vai tentar evitar que o Petro volte a viver o \"doce\" passado no seu 22 de Junho.
Uma vitória sobre os tricolores está ao alcance dos polícias, porém, sabem que do outro lado há mais recursos, pelo que a melhor solução é jogar com realismo sem nunca se igualar ao adversário.
Quer goste quer não, o técnico do Petro de Luanda, Beto Bianchi, já percebeu que os adeptos já o deixaram sem espaço de manobra. Fica claro que as cobranças provenientes das bancadas vêm no pior momento, mas também é verdade que não é por causa da insatisfação dos adeptos que a equipa vai deixar de correr.
Este é o melhor momento para os tricolores provarem que são mesmo candidatos ao título, com ou sem limitações no plantel têm de tentar repetir o que se viu contra o Kabuscorp. Há muito que a equipa não reunia consenso.
Com o calendário a ficar cada vez mais apertado, os jogos das afrotaças coincidem com os do campeonato. O Petro tem de fazer pela vida para levar os \"dois ossos\" ao mesmo tempo. É verdade que está difícil estabelecer prioridades mais quanto mais ganhar menos contestação vai vir das bancadas.

Campeão enfrenta
osso duro de roer

Para o 1º de Agosto a décima (10ª) jornada do Girabola ZAP 2018/2019 chegou com toda a naturalidade, talvez para ter a oportunidade de renovar a sua esperança ao título. Só entra em cena amanhã, mas pode ser um dos grandes beneficiados dos que correm pelo título.
 O campeão recebe, a partir das 17 horas, no Estádio 11 de Novembro o Sporting de Cabinda, um adversário intermitente, contudo, que gosta dos desafios contra os grandes para mostrar as \"garras\".
A pressão de sair do redemoinho de empates vai fazer com que os militares aceitem correr todos os riscos necessários para ganhar. O aparente gosto pelos empates fez aumentar a desconfiança dos adeptos e, por esta razão, as \"bancadas\" estão com motivos de queixa com a má fase, que é mesmo preocupante ainda mais porque a época passada o\" tri\" chegou com 12 empates.
A má fase do 1º de Agosto vai acabar a qualquer jornada, mas para ela chegar é necessário que o campeão encontre a cura para um \"velho problema\": marcar. As exibições até podem estar longe de alegrar aos adeptos, mas sem golos ninguém ganha nada, é isso o que também está a faltar aos militares, caso consigam se adiantar até podem chegar em vantagem no final.
O 1º de Agosto está a ser vítima de si mesmo. O preço da fama está alto demais e parece que a equipa é incapaz de pagar o que os adeptos almejam, mas há todos os motivos para acreditar que, seja lá qual for a vitória contra o Sporting de Cabinda, alguma coisa vai mudar. Até pode  ser suficiente para reforçar a liderança, porque vai acabar com a onda de empates consecutivos.
Os leões estão em estado de alerta máxima porque sabem que a tempestade um dia vai ter de acabar e a bonança vai voltar a ser normalidade nos militares.

INTERCLUBE 
Polícias buscam triunfo caseiro

O jogador Paty, médio ofensivo do Interclube, disse ontem que a sua equipa está confiante numa vitória, no jogo com o Petro de Luanda, embora, reconheça ser uma empreitada difícil .
\"Respeitamos o Petro de Luanda, é uma equipa que em casa faz bons  jogos,  mas estamos confiantes na vitória\", disse o atleta, depois  do treino realizado no Estádio 22 de Junho.
 \"Tenho a certeza que vai ser um jogo bastante difícil, diante de um adversário que procura fazer um bom jogo, é um candidato ao titulo, é lógico tenha a tendência de fazer bons jogos com equipas grandes. Ainda assim, não receamos o adversário. Vamos jogar de igual para igual e lutar para conquistar a vitória\", reforçou.
Quanto ao estado da equipa, o médio garantiu que a equipa está bem, apesar do empate na jornada passada, diante do Desportivo da Huíla.
\"A nossa equipa está tranquila e pronta a fazer um bom resultado em casa. Os treinos estão a correr sem grandes sobressaltos, penso que estamos prontos a fazer um bom jogo\", assegurou.
\"O treinador trabalha muito nisto, daí, que o grupo está completamente virado para o jogo, ciente que tem objectivos a cumprir no presente  campeonato\", acrescentou o atleta, que depois apelou à humildade, determinação e entrega dos seus colegas, para contrariar o adversário com muita raça e entrega como aconteceu nos últimos jogos em que o esforço  terminou quando o árbitro apitou para o fim.
A nível particular garantiu, estar bem fisicamente. \" Estou a treinar bem sem qualquer dificuldade e pronto a dar o meu contributo\", prometeu.
O técnico  Rui Garcia não conta com , Pirolito, Vado e Stelvio  por lesão.  Os referidos  atletas recuperam de pequenas lesões, por conta disso, não participar no embate com o Petro de Luanda .
Para o jogo , o  técnico  aposta num \"onze\"formado por, Landu, Joyce, Valdez ou Nzau, Abdul,  Carlitos, Ito, Paty, Dani, Silva, Dasfaa, Guicha ou Mano Calesso e Lucas.
Com a intenção de melhorar a prestação da equipa,  no presente campeonato , a direcção do Interclube reforçou a equipa técnica  com treinador português Bruno Miguel Fernandes Ribeiro, que foi nos últimos dois meses e meio técnico dos juniores do Vitória de Setúbal de Portugal.
  O referido técnico, passa a integrar oficialmente a equipa  do Interclube, ocupa  o cargo de primeiro - adjunto  de Rui Garcia, com vínculo contratual  válido de um ano e meio. Aos 43 anos,  o técnico já orientou o  Académico de Viseu, Salgueiros, Cova da Piedade, os búlgaros do Ludogorets e os ingleses do Port Vale.   
Valódia Kambala


AZULÃO E OUTROS
Baixas de vulto nas contas
do plantel dos tricolores

O Petro de Luanda regista quatro baixas, no derbi da 10º jornada do Girabola Zap, diante do Interclube, hoje no Estádio 22 de Junho. O treinador brasileiro Beto Bianchi lamentou as ausências que a sua equipa regista, referiu-se sobretudo  a  Tiago Azulão, que não terminou os trabalhos devido à reclamação muscular.
\" O Interclube é sempre perigoso quando joga em casa, estamos a pensar em nós, claro que temos muitas baixas, mas os jogadores estão moralizados para o próximo jogo\" , afirmou.
O central Wilson viu a cartolina vermelha,  o avançado Dennis foi dispensado a nível administrativo, devido a uma infelicidade familiar, perdeu dois irmão durante um acidente de viação.
Tó Carneiro tem um problema no osso da bacia e Ariclénio contrariu uma lesão no tornozelo esquerdo. Quanto ao Tiago Azulão, o médico Nelson Bolivar adiantou que só o exame pode, em definitivo, dizer se o avançado ficar ou não de fora do confronto.
\"Não é grave, é uma pancada que apanhou muito próximo do tendão. Vamos fazer uma ecografia, para confirmar se é um problema muscular\", disse o médico.
 \"A equipa está com o moral alto, principalmente devido ao último jogo em que venceu o Kabuscorp do Palanca, vamos entrar a pensar positivo \" disse adiante o treinador, para depois afirmar que é uma oportunidade de testar mais uma vez a capacidade de outros jogadores, que se têm destacados muito nos treinos.
Quanto às ausência do central Wilson, vai ser uma oportunidade para Nari ou Hélio, pois,  de acordo com o técnico brasileiro, estão a saírem-se muito bem, para preencher a vaga deixado pelo Wilson, devido um cartão vermelho directo no último jogo.
Edivaldo Lemos