Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Trio de lderes com calendrio favorvel

Betumeleano Ferro - 05 de Outubro, 2019

Petro de Luanda visita esta tarde o Recreativo da Cala

Fotografia: Jornal dos Desportos

O calendário favorável do Interclube, Académica do Lobito e Recreativo do Libolo pode ser determinante, para manter intocável a liderança tripartida das equipas supracitadas. Se a lógica do mais forte aparecer em campo, é ponto assente que polícias, estudantes e libolenses vão permanecer na sua zona de conforto, diante de adversários que aparentam estar já condenados, antes mesmo do apito inicial.
A entrada em cena hoje do Interclube é capaz de fazer com que os polícias aproveitem a "folga" de um dia dos parceiros, para se isolar na liderança. O FC Bravos do Maquis está longe da regularidade, o que até certo ponto acaba por ser também favorável para quem joga em casa, a partir das 15h30, no 22 de Junho, por isso o Interclube está sob obrigação de ser sempre competitivo, para impedir que os maquisardes recuperem a bravura e amealhem qualquer coisa extramuros.
Uma vitória do Interclube é quase um consenso na figurativa casa de apostas do Girabola Zap, a teoria faz com que o fiel da balança esteja inclinado para a equipa mais forte, mas agora faltam as acções para consumar os 3 pontos, ninguém precisa ensinar aos polícias como se ganha um jogo contra um adversário revoltado, as coisas demoram a sair mas os maquisardes sabem, que a bonança pode chegar qualquer dia.
Os demais jogos marcados para hoje vão começar todos às 15h00, um dos cartazes do dia é deslocação do Petro de Luanda ao reduto do Clube Recreativo da Caála (CRC). A viver um verdadeiro período de graça dentro e fora de Angola, os tricolores têm a obrigação de corrigir com vitória o mau resultado averbado no estádio da Caála à época passada, realmente o Petro sabe como ganhar em casa do CRC, mas se não souber aproveitar os detalhes, vai voltar cabisbaixo para Luanda.
A obrigação de dar sequência aos bons resultados, vai forçar o Petro a tentar cair em cima do CRC, quanto mais cedo a chama tricolor aparecer em campo mais facilmente o golo e a consequente vitória vai se tornar uma questão de minutos. Isso de modo algum significa, que os caalenses vão ver a banda a passar, as chances de surpreender o candidato são as mesmas de sempre, pelo que o CRC vai se apegar a elas para manter a tendência de vencer o tricolor no seu reduto.
O Sagrada Esperança já tem a corda no pescoço, há quem está a ver o contrário, a corda no pescoço do técnico Paulo Torres. A estreia com vitória ficou assombrada com a nuvem negra, que de lá para cá ofusca o brilho dos diamantíferos, que esta tarde têm a visita do Sporting de Cabinda, um adversário que costuma fazer jus ao cognome de leões quando lhe dão oportunidade, pode voltar a acontecer no estádio do Dundo.
Quer o 1º de Maio de Benguela, quer o Progresso Sambizanga, precisam com urgência mudar de atitude competitiva, o jogo desta tarde no estádio do Ombaka veio na pior altura, realmente os sambilas estão uns furos acima dos proletários e podem muito bem molhar a sopa, mas o oposto também pode ser real.

CAMPEÃO NO CUITO

O dia de amanhã pode ser de grande proveito para Libolo, joga contra o Santa Rita, no 4 de Janeiro, e a Académica do Lobito que também tem um embate extramuros no estádio que tem o mesmo nome do adversário, Ferrovia. Ambos os jogos começam às 15h00, com os forasteiros com tudo o que precisam para facturar e manter a passada larga na liderança do campeonato. Uma surpresa não pode ser colocada de parte, mas o dia de libolenses e estudantes só pode ficar estragado se fizerem corpo mole em campo.
O domingo igualmente vai ficar marcado com a deslocação do campeão aos Eucaliptos, para medir forças com o Cuando Cubango FC. Os militares estão em alta em todos os aspectos, é por isso que ninguém está a espera que os donos de casa tenham tempo sequer de tentar discutir o resultado, até podem se bater com valentia, porém, todo esse esforço é capaz de ser pouco, para inverter a tendência de um jogo que mesmo sem começar já parece ter vencedor.
A provar que tem pernas para andar sozinho, o Desportivo da Huíla tem mais uma chance de aproveitar a sua fortaleza inexpugnável, estádio do Ferrovia, para conter o ânimo do Wiliete de Benguela. O jogo também começa às 15h00, sendo mais do que certo que os militares da Região Sul vão tentar sempre forçar o andamento, enquanto o Wiliete vai adoptar atitude de espera, para tentar no mínimo o pontito.