Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Triunfo devolve alegria ao balnerio

Paulo Caculo - 26 de Abril, 2016

Petro de Luanda em preparao com vista o jogo com o Kabuscorp

Fotografia: M.Machangongo

A vitória por 3-1 muito bem conseguida pelo Petro no embate com o 1º de Maio de Benguela,  devolveu a alegria e motivação ao grupo de trabalho às ordens do técnico hispano-brasileiro Beto Bianchi.

Depois do empate frente ao Desportivo da Huíla, na ronda anterior, melhor resultado não podiam alcançar os tricolores, na ambição de recuperar dos índices motivacionais, tendo em vista os próximos desafios.

O facto é que após a vitória sobre o Porcelana para a  oitava jornada, Beto Bianchi acreditava que tinha condições para manter um ciclo ininterrupto de triunfos.

Por outro lado, a conquista dos três pontos na recepção aos proletários, confirmou o percurso vitorioso da equipa petrolífera nos jogos realizados em casa. Ao contrário dos desafios que disputa fora de Luanda, a formação orientada por Beto Bianchi mantém-se 100 por cento vitoriosa nos desafios na capital do país.

Embalados nesta visão, se a prática se manter, é bem provável que os tricolores  somem pontos no jogo deste fim-de-semana em Luanda frente ao Kabuscorp, embora joguem na condição de visita. A equipa efectua esta manhã às nove horas, a segunda sessão de treino da semana. Trabalhos de circulação de bola, passe e posse de esférico pode dominar a preparação a ser coordenada pelo treinador hispano-brasileiro.

De resto é esta aposta que anima toda a família petrolífera que no ano de 2012 começarem a redinifir metas e objectivos .

PETRO DE LUANDA
Atletas lesionados
preocupam técnico


A recuperação dos lesionados Mabiná, Francis, Duarte e Fabrício é uma das apostas da equipa técnica do Petro de Luanda para a semana de preparação com vista o jogo com o Kabuscorp do Palanca, agendado para este fim-de-semana a contar para a décima jornada do Girabola zap'2016.

Afastados das convocatórias desde a quarta jornada, os referidos jogadores podem integrar  nos próximos dias os trabalhos do colectivo,  a julgar pelos sinais de recuperação demonstrados durante a semana de trabalho que antecedeu o embate com o 1º de Maio.

Ao contrário de Elio e Job, este último esteve no "onze" da equipa na vitória sobre os proletários, o plano de recuperação de Mabiná, Francis, Duarte e Fabrício prolonga-se por mais tempo, facto que  mereceu uma abordagem do técnico Beto Bianchi que está ansioso em ter o grupo completo, com vista à concretização dos objectivos traçados para a época.

A boa nova é que os quatro jogadores iniciaram treinos com bola no relvado na semana passada, embora separado dos restantes colegas. Para a visita ao Kabuscorp é provável que o naipe de atletas indisponíveis estejam de regresso aos planos do treinador, dependendo a utilização dos mesmos à condição física que cada um apresentar.

CONTRARIEDADES
Uma das grandes adversidades do treinador do Petro de Luanda são as constantes lesões que assolam o plantel, facto que tem privado Beto Bianchi de contar com mais opções disponíveis no plantel.

Como se não bastassem as lesões, os jogadores não são poupados com a crise palúdica que "arrasa" a capital do país o que tem complicado a vida dos petrolíferos.
Num plantel em que perfilam dois avançados de raiz, nomeadamente Fabrício e Jirresse, realce para o facto de nem um nem outro estarem a atravessar um bom momento de forma, condição que deixa o treinador  mais limitado em termos de opções para o ataque.

De resto, disputados que estão nove jogos, o guarda-redes Gerson conserva a condição de jogador mais utilizado e com mais jogos nos titulares, enquanto na defesa o mérito pertence a Wilson e Abdul. No meio-campo,  Chara, Herenilson, Mateus e Carlinhos estão entre os totalistas.
PC