Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Vantagem no clássico define conquista

31 de Outubro, 2017

Os militares tiveram dois duplos, em qualquer um deles, houve duas vitórias e igual número de empates.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A vitória sobre o rival Petro de Luanda, veio intercalar um dos períodos de intermitência do 1º de Agosto, na segunda volta, e contribuiu para  o caminho rumo à revalidação do campeonato, deixar o seu maior opositor em situação de desvantagem.
Os militares tiveram dois duplos, em qualquer um deles, houve duas vitórias e igual número de empates. Essa oscilação de rendimento aconteceu, mas a equipa recuperou de imediato o foco pelo título, e nunca precisou de fazer muito esforço para reajustar o passo, para se manter imparável até confirmar à revalidação do Girabola ZAP.
As oscilações de resultados, na segunda volta, nunca foi um sinal de fraqueza, em alguns momentos a equipa aparentou estar com dificuldades de fazer uma disputa, mano a mano, com o rival Petro de Luanda, mas quando foi necessário separar as águas, acelerou com determinação para antecipar os festejos do 11º. campeonato nacional.
Assim, como na época passada, os militares tinham pela frente um calendário que aparentava estar cheio de armadilhas, mas o caminho para o título acabou por ser feito, sem muitos percalços.
Algumas vitórias foram apertadas e arrancadas à ferro, mas o 1º de Agosto  manteve-se inabalável nos seus objectivos, sem se ressentir das saídas de Dominiqui, Jumisse, Ary Papel e Gelson, titulares que foram na conquista alcançada na época passada.