Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Vice-campeo refina estratgia

Antnio Fliz - 02 de Abril, 2015

O jogo entre Kabuscorp e Al-Meirreck acontece s 16h00.

Fotografia: Kindala Manuel

Com os influentes Trésor Mputu Mabi, Paulo Alves, Kivuvu e Adão a treinarem sem limitações, o Kabuscorp do Palanca realiza hoje, às 15h30, no estádio da Cidadela, a penúltima sessão de treinos antes do jogo do próximo sábado, nos Coqueiros, diante do Al-Meirreck, do Sudão, referente à segunda mão da segunda eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Os quatro jogadores treinam a alguns dias com o grupo às ordens de Ljubomir Ristovsk e estão aptos para darem o seu contributo à equipa no desafio que pode colocar o vice-campeão nacional na outra fase da competição africana.O desafio de sábado de grande importância para o Kabuscorp do Palanca, pois dele dependerá a sua continuidade nas Afrotaças, por isso jogadores e treinadores não poupam esforços na semana de preparação.

O Kabuscorp do Palanca espera no próximo sábado, nos Coqueiros, obter um resultado favorável no jogo das decisões, uma vez estar em desvantagem na eliminatória, em função da derrota por 2-0, no desafio de Cartum. O jogo entre Kabuscorp e Al-Meirreck acontece às 16h00.

O quarteto de árbitros nomeado pela Confederação Africana de Futebol (CAF), proveniente da Namíbia, tem chegada prevista para hoje à tarde a Luanda. Os sudaneses, segundo o programa do jogo, faz amanhã, às 16h00 (horário do desafio), o reconhecimento do estádio dos Coqueiros. 

ADVERSÁRIO do petro
Guarda-redes do Leopards está lesionado


O Royal Leopards da Swazilândia, adversário do Petro de Luanda, na segunda eliminatória da Taça Confederação, está a correr contra o tempo para ter disponível o guarda-redes, Mpihikeleli Dlamini, para o jogo da segunda mão dos 16 avos de final previsto para domingo, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

O jogador contraiu uma lesão no jogo com a equipa arqui-rival Gren Mamba disputado sábado, no Estádio Mhulume, da Primeira Liga da Swazilândia, que terminou com o empate (3-3). Dlamini actuou no jogo da primeira mão em que se saldou num empate (2-2) no Estádio Somhlolo, faz no entanto parte dos 18 jogadores que viaja para Luanda, mas não se tem a certeza se vai jogar ou não, segundo o oficial de relações pública do clube suazi, Frank Hurube.Caso se verifique a ausência de Dlamini, em campo, pode ser suprida por  Ncamiso “Mbhonyo” que viu o  colega a titular durante todo o jogo de sábado contra o Green Mamba.

“Mphikeleli Dlamini é o único jogador da equipa que está lesionado. Contraiu uma lesão durante a partida com o Green Mamba e estamos a torcer para que recupere cedo a fim de jogar no sábado com o Petro  em Luanda. O nosso corpo clínico  está a fazer tudo para o termos neste importante desafio da segunda mão”, disse Frank Hurube ao jornal Times da Suazilândia .

O Royal Leopards  conta com a integração do seu avançado Barry Steenkamp que esteve fora dos campos durante um mês.“ Os restantes jogadores estão prontos para o desafio. Viajaremos com o grosso do nosso plantel. O país certamente está connosco e por isso não decepcionaremos na eliminatória” , disse o referido oficial.