Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Vitria sobre Kabuscorp anima Desportivo

Benigno Narciso- Lubango - 30 de Junho, 2017

A inteno permitir que as bolas cheguem aos avanados em condies favorveis para finalizao e assim se evitar o habitual festival de falhanos, que de forma recorrente, a equipa proporciona.

Fotografia: Dombele Bernardo

O Desportivo da Huíla beneficia da motivação resultante da vitória, 1-0, sobre o Kabuscorp do Palanca, na jornada passada, no Lubango, para potenciar, com estado anímico alto, a vertente técnica e táctica ao longo da preparação para o jogo com o JGM Sport Clube Académica, agendado para o próximo sábado, no Huambo, referente à 18ª jornada do Girabola Zap 2017.

Ao retratar o ambiente favorável reinante no seio da equipa, o treinador Mário Soares considerou que é sempre melhor perspectivar o desafio seguinte após um resultado positivo. O quadro deixa evidente que a preparação regista níveis aceitáveis de entrega, assimilação e perspectiva de fazer melhor para vencer.  

“Tenho dito sempre que do que for a motivação da equipa, é muito melhor trabalhar por cima de um resultado positivo. Daí aproveitar a motivação que decorre da vitória e nos preocupar, não com o aspecto psicológico, que já está alto, mas para alcançar a vertente técnica e táctica, implementar um ou outro detalhe e crescer. É o que continuamos a trabalhar, na melhoria do aspecto táctico e técnico”, manifestou o técnico.

Soares fez perceber que o estado do grupo às suas ordens, concorre para a melhoria pretendida dos aspectos evocados, o que vai permitir à equipa chegar ao Huambo apta para discutir em pé de igualdade a conquista dos três pontos. “O que nos esperava é uma semana de trabalho tranquilo para que estejamos prontos e chegarmos ao Huambo, ao encontro do JGM, e procurar fazer um resultado que esteja dentro daquilo que são as nossas pretensões”, manifestou.

A coesão defensiva, apesar da inviolabilidade da baliza no jogo passado, tem sido exigida ao atletas pelo corpo técnico. Outro destaque da preparação recai para a exigência imposta aos médios, chamados a dar maior criatividade e volume de jogo ofensivo. A intenção é permitir que as bolas cheguem aos avançados em condições favoráveis para finalização e assim se evitar o habitual festival de falhanços, que de forma recorrente, a equipa proporciona.
BN, NO LUBANGO

kabuscorp
Libero desfalca
equipa do Palanca

O central libero do Kabuscorp do Palanca  desfalca a equipa no jogo de hoje às 17h00 no Estádio 11 de Novembro. O reforço que veio da turma da  Académica do Lobito, esta época  foi expulso por acumulação de cartões amarelos no jogo da  jornada anterior em que a sua equipa saiu derrotada por 1-0,  frente ao Desportivo da Huíla.

Libero  tem dado boa conta de si num sector que partilha com Nary e para colmatar o vazio a equipa técnica  experimentou vários atletas. Deste modo, tudo indica  que o atleta Chico Caputo  é o potencial substituto de Libero, visto que ao longo da semana de trabalho que antecede ao encontro, Caputo foi o que melhor rendimento teve naquele espaço.

A turma do palanca trabalhou com rigor com o fito de regressar às vitória neste segundo turno da prova. Os palanquinos empataram na jornada  inaugural da segunda volta diante da Académica do Lobito e consentiram a segunda derrota da prova na jornada passada frente aos militares da Região  Sul, resultados que contrastam  com as previsões da direcção do clube que pretendia ganhar os primeiros jogos da prova para melhor se posicionar na luta pelo titulo desta época.       
MN