Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Voar alto

Jorge Neto - 10 de Abril, 2015

Os benfiquistas antevem um desafio equilibrado no desafio que esperam vencer e subir de lugar no campeonato da primeira diviso

Fotografia: Paulo Mulaza

Com todos os jogadores disponíveis, excepto o central Dedé, que recupera de uma lesão em Portugal, o Benfica de Luanda recebe hoje, às 18H00, o Atlético Sport Aviação (ASA) no Estádio 11 de Novembro, pensando no regresso às vitórias no campeonato.

Os pupilos de Zeca Amaral ambicionam o regresso aos triunfos após dois empates consecutivos, numa altura em que querem somar mais pontos para colocar-se ao pelotão da frente da tabela classificativa.

Depois da eliminação, na Taça da Confederação no último domingo, diante do Étoile Sportive du Sahel da Tunísia, com o empate consentido a um golo em casa, os benfiquistas vão agora concentrar-se nas competições nacionais em que ambicionam os primeiros cinco lugares e a defender o título que ostenta na Taça de Angola.

O adversário do ASA hoje vem de uma derrota inesperada, frente ao Progresso da Lunda Sul, mas que de modo algum deixa antever que serão favas contadas para a formação das águias. O encarnado está consciente de que tem o mesmo número de pontos, ou seja, 9 na classificação.

Os benfiquistas antevêem um desafio equilibrado e, para esta empreitada, contam com o regresso do capitão Gilberto e de Rúben que falharam o desafio das Afrotaças por não estarem inscritos nesta competição.

Os regressos dos dois médios reforçam o conjunto orientado pelo técnico Zeca Amaral que estão motivados, em função de ser uma competição diferente a que disputaram no último domingo.

O pensamento dos encarnados da capital está virado de forma exclusiva para o triunfo, mas tendo em conta que no futebol existem três resultados possíveis.

DUPLA
Jeferson e Debele jogam a centrais

A dupla de centrais da equipa do Benfica de Luanda formada por Jeferson e Debele tem sido a mais utilizada pelo corpo técnico liderado por Zeca Amaral, ganhando na concorrência outros jogadores daquela posição. Os dois poderão merecer novamente hoje a confiança no dérbi frente ao Atlético Sport Aviação (ASA).
O centro da defesa benfiquista conta com esta dupla na maior parte dos desafios desta época, um facto de pressupõe dar garantidas ao último reduto da formação da rua Comandante Kwenha.

Nesta posição o técnico Zeca Amaral tem ainda a disposição o jovem Gomito, vindo do ASA, o ex-júnior Anderson. Como alternativa surge Gomito Cassule, contratado ao Recreativo do Libolo, faz dupla função ou mesmo tripla, isto é joga a lateral direito, central e lateral esquerdo.

A polivalência de Gomito Cassule faz dele o defesa mais presente nas opções da equipa técnica, que tem aproveitado ao máximo para tirar proveito destas qualidades do experiente camisola 13.

Apesar de sofrer dois golos nos últimos dois desafios do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, os benfiquistas têm aliado a isso o facto de consentirem poucos tentos, denotando uma defesa com alguma consistência.                                       
JN