Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Wilson e Herenilson falham jogo

Paulo Caculo - 06 de Setembro, 2017

.O técnico lamentou as ausências dos titulares, mas deixou claro que é uma ocasião para dar oportunidade a outros jogadores.

Fotografia: Joé Cola, Edições Novembro

O médio Herenilson e o central Wilson falham o jogo desta tarde com o Atlético Sport Aviação (ASA), agendado para às 16h00 no Estádio dos Coqueiros, para o encerramento da 20ª jornada do Girabola Zap 2017. Os dois jogadores fazem parte de um grupo de quatro indisponíveis, do qual constam, igualmente, o avançado Dennis e o jovem extremo Pedro.

Herenilson foi admoestado pela última vez no jogo com o Caála, na jornada passada, ao passo que Wilson saiu lesionado do jogo, facto que força o técnico Beto Bianchi a efectuar, contra a sua vontade, mexidas na equipa que venceu os caálenses. Como o azar de uns sempre representa a sorte de outros, a ausência de Wilson abre brechas ao provável regresso de Maludi entre os titulares, ainda que esta contrariedade  obrigue o treinador a fazer reajustes no quarteto defensivo.

Elio deve permanecer no centro da defesa, para formar parelha com Maludi, as funções de lateral direito devem ser entregues a Ari, e a ala esquerda a Mira.À semelhança da alteração prevista no quarteto defensivo dos tricolores, Beto Bianchi deve utilizar Carlinhos como alternativa a Herenilson, tal como deixou transparecer o técnico durante a sessão de treino realizada ontem no Catetão.

Embalado nesta visão, Gerson continua \"intocável\" na baliza, enquanto Tony, Manguxi, Job e Diney povoam o sector intermédio, em apoio ao ataque entregue ao inevitável Tiago Azulão. O técnico do Petro  espelha razões para confiar no mesmo modelo táctico, assente no 4X5X1.

Durante a preparação derradeira de ontem, foi visível a preocupação de Beto Bianchi de ver a equipa a imprimir enorme dinâmica às jogadas de transição defesa/ataque. Os exercícios ligeiros dominaram quase toda a sessão, o treinador corrigiu detalhes e incitou os jogadores a privilegiar a circulação e posse de bola. Os últimos dez minutos de preparação foram dedicados a ensaios de finalização, a partir de jogadas com cruzamentos dos extremos.

BETO BIANCHI
“Temos oito finais para ganhar”


O treinador do Petro de Luanda, Beto Bianchi, afirmou ontem, que o jogo com o ASA é o próximo de oito finais que espera vencer no caminho para a conquista do título. Em declarações ontem, em conferência de imprensa no Catetão, o responsável técnico dos tricolores admitiu ter pela frente dificuldades, mas lembrou que os aviadores não estão mais motivados que os seus jogadores.

\"A semana foi curta, estamos a ter jogos seguidos. Trabalhámos muito na recuperação dos jogadores e a nível táctico, mas o moral da equipa está em alta. Sabemos das dificuldades do jogo com o ASA, porque é uma equipa que está a jogar muito bem e está a fazer bons resultados. Será mais uma, de oito finais, que teremos de ganhar o máximo possível\", assegurou.

Beto Bianchi disse ainda, acreditar que os níveis de motivação no balneário do ASA sejam também elevados,  considera que a maior motivação do Petro é saber que está a disputar o título de campeão, e com grandes probabilidades de ter êxitos.\"Pensamos jogo a jogo, e o desafio com o ASA é o mais importante, antes do 1º de Agosto. É sempre bom ter uma vitória antes de qualquer jogo, para encararmos a partida com mais tranquilidade e motivação.

Estamos a pensar nisso, para chegarmos ao jogo com melhores condições\", acrescentou.O técnico lamentou as ausências dos titulares, mas deixou claro que é uma ocasião para dar oportunidade a outros jogadores. Espera que os escolhidos para os lugares de Wilson e Herenilson justifiquem a aposta da equipa técnica, de formas a integrar mais vezes as próximas convocatórias.