Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Zeca Amaral encontra antiga formao

Jorge Neto - 10 de Maio, 2015

O treinador do Benfica de Luanda, Zeca Amaral, coloca a presso no jogo desta tarde, s 15h00, no estdio de Calulo, ao Recreativo do Libolo,

Fotografia: Jornal dos Desportos

O treinador do Benfica de Luanda, Zeca Amaral, coloca a pressão no jogo desta tarde, às 15h00, no estádio de Calulo, ao Recreativo do Libolo, e considera o campeão nacional como favorito para o jogo de maior destaque no encerramento da jornada. 

O treinador reconhece o potencial do adversário e não tem receio de colocar a equipa anfitriã na pole position para a conquista dos três pontos.

Apesar de estar em causa a liderança do campeonato, admitiu que vai ser muito difícil para a sua equipa “roubar” o comando à formação orientada pelo francês Sebastian Desabre. "É a melhor equipa do campeonato nos últimos cinco, seis anos e será um jogo muito difícil, por tudo o que representa", destacou.

“Conheço bem a minha equipa e trabalhámos bem para fazermos um bom jogo. Ainda assim, o adversário é favorito. Temos cinco, seis anos de atraso em relação a eles, mas estamos a fazer o nosso trabalho”, disse o técnico encarnado em declarações ontem ao JD.

O segundo classificado da competição, com menos dois pontos em relação ao Recreativo do Libolo, está confiante em equilibrar a partida e discutir os três pontos no terreno do forte adversário até à exaustão.

“Estamos confiantes, encaramos todos os adversários que enfrentamos a cada jornada com a mesma determinação. Acreditamos que vamos fazer um bom jogo e discutir os três pontos de igual para igual, diante do Recreativo do Libolo”, garantiu Zeca Amaral.

O técnico que regressa para enfrentar o clube onde se sagrou bi-campeão nacional, considera que o seu conjunto está motivado para disputar este desafio até às últimas consequências, pois, a motivação que o grupo apresenta é das melhores.

“A disposição da equipa é a melhor possível. Acabámos de cumprir o nosso micro-ciclo de trabalho e como tal, há alegria, vontade e profissionalismo, e quando é assim ficamos satisfeitos”, disse.

As duas equipas estão separadas por apenas dois pontos, com os libolenses a somarem 22 e as águias 20, num desafio que pode consolidar a equipa da casa no comando, mas em caso de vitória do conjunto de Zeca Amaral, os encarnados recebem o testemunho da liderança do Girabola.

Águias voam a Calulo
com grupo completo


O plantel do Benfica de Luanda está disponível para defrontar esta tarde o Recreativo do Libolo sem limitações em termos de lesões e castigos federativos, de acordo com o técnico Zeca Amaral.

"Graças a Deus não temos casos de lesões no grupo, nem jogadores com acumulação de cartões amarelos, e isso nos dá uma boa tranquilidade para abordar este jogo", garantiu o timoneiro das águias.

Depois de cumprir castigo federativo de um jogo de suspensão, na vitória da jornada passada, diante do Recreativo da Caála, por uma bola sem resposta, o médio Adawa está disponível para regressar às opções do treinador.

Na deslocação a Calulo, a equipa técnica das águias levou 18 jogadores, como tem sido habitual, e não realizou nenhuma sessão de treino na relva natural do estádio de Calulo, apesar de chegar ontem à hora do almoço.

Os benfiquistas apresentam-se no máximo da sua força para abordar o jogo. A conquista dos três pontos não está descartada até porque uma vitória coloca a equipa no comando da prova e, por isso, estão optimistas.