Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

1 de Agosto perto da fase de grupos

16 de Setembro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

O 1.º de Agosto está mais próximo de confirmar a sua presença na fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões de África. A importante vitória muito bem conseguida sábado último, em Lusaka, diante do Green Eagles da Zâmbia, deixa o conjunto angolano com condições privilegiadas de carimbar a qualificação no jogo da segunda mão, agendado para dia 29, no estádio 11 de Novembro, em Luanda.
O “vaticínio” de Ivo Traça, anunciada na véspera da deslocação à Lusaka, já antevia um triunfo dos militares e o enorme optimismo manifestado pelo técnico adjunto de Dragan Jovic, justificava o moral alto e o elevado estado anímico dos jogadores.
Com mais uma excelente exibição de Toni Cabaça, evitando dois lances de golo eminente, o campeão nacional depende apenas de si para atingir a meta. Para uma equipa, que apontava o empate como um resultado positivo capaz de proporcionar o sonho da qualificação em realidade, a vitória, ainda que apertada (2-1), acaba por ser um bom resultado.
O adversário apesar de marcar um golo, facto que lhe abre alguma margem de esperança no apuramento, a exibição patenteada pelos militares em Lusaka abre boas perspectivas e certa tranquilidade com os argumentos que possuem para suplantarem os zambianos.
Seja como for, qualquer equipa capaz de protagonizar um feito como este alcançado pelo 1.º de Agosto, em casa do Green Eagles (Águias Verdes), ao silenciar os adeptos do conjunto local, a continuidade na competição depende apenas de si. Caso se confirme o apuramento à fase de grupos, a equipa militar voltará a gozar de uma nova oportunidade para corrigir o “tiro” da experiência protagonizada na edição de 2017, com Zoran Maki no comando, em que deixou fugir “entre os dedos” a possibilidade de alcançar a final da “Champions”, naquela meia-final de triste memória, frente ao Esperance de Tunis.
Tendo a edição passada sido negativa para os campeões nacionais, na medida em que caíram ainda na fase preliminar, este ano tudo aponta para que os “rubro e negro” voltem a surpreender o Continente.    

IVO TRAÇA   
\"Nada ainda está definido\" 
    

O técnico-adjunto do 1.º de Agosto, Ivo Traça, foi bastante cauteloso nas suas declarações após a vitória em casa do adversário. Sem entrar em emoções, o treinador admitiu em declarações a Rádio Cinco nada estar definido.
“Nós ganhámos aqui em Lusaka e eles também podem ir ganhar em Luanda. É uma equipa muito forte, por isso, nada ainda está definido. Temos de manter a mesma postura para não sermos surpreendidos”, alertou.
O porta-voz da equipa técnica dos campeão nacional reiterou que trabalham sempre para vencer e o resultado obtido sábado, não é mais senão a concretização dos objectivos traçados para todos os jogos.
“Estamos felizes, porque conseguimos ganhar fora de casa. Sabíamos de antemão que seria um jogo difícil, uma vez que o Green Eagles tinha afastado a forte equipa do Orlando Pirates. Apesar de termos vencido, jogamos com um conjunto bem estruturado, cujo treinador é o interino da Selecção Zambiana”, destacou.
Ivo Traça sublinhou, que o grupo está de parabéns, pois cumpriu com mais uma missão e esperam confirmar a vantagem na eliminatória no jogo do dia 29 de Setembro, no jogo da segunda mão em Luanda.
“Vimos uma equipa bastante combativa do primeiro ao último minuto. Depois do golo sofrido, os atletas não cruzaram os braços e acreditaram que era possível vencer, e felizmente conseguimos graças a determinação dos atletas”, salientou, definindo os objectivos nesta competição.
“Fazer melhor que na primeira edição. O grupo está com o moral bastante alto e confiante numa excelente campanha na fase de grupos”, disse.