Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

A seleco deve moralizar-se

16 de Novembro, 2019

Fotografia: Jos Soares | Edies Novembro

A selecção nacional de futebol deve nortear-se de melhor enquadramento técnico-táctico, forte capacidade psicológica e maior postura competitiva, em busca de resultado positivo diante da similar gabonesa, em Libreville, na segunda jornada do grupo D de apuramento ao CAN2021.
A opinião foi manifestada à Angop, em Luanda, pelo antigo seleccionador Romeu Filemon, salientando a necessidade de o grupo não se deixar abalar pelo desaire da ronda inaugural, frente a Gâmbia, por 1-3, em pleno Estádio 11 de Novembro, na capital do país.
\" O jogo contra a Gâmbia faz parte do passado. Agora temos de nos centrar no Gabão e procurar fazermos um bom resultado, para mantermos vivos o objectivo de nos qualificarmos para a fase final do CAN2021\", destacou.
Referiu que Angola vai enfrentar um adversário difícil, que exigirá o redobrar de esforços, num altura em que tem pouco tempo de preparação, pelo que urge a necessidade de um trabalho de moralização, para evitar influências do resultado negativo. \"Nesta altura a componente psicológica é muito importante\", salientou.
Antigo treinador do 1º de Agosto (2011/2013) e Kabuscorp do Palanca (2016), Romeu Filemon considera crucial o jogo com o Gabão, daí que a selecção deve entrar determinada a “lutar” pela vitória, a fim de não comprometer a qualificação.
Quanto à derrota caseira frente aos gambianos, o actual membro da Associação de Treinadores de Futebol de Angola (ATEFA) considera ter sido consentida, sem tirar mérito ao adversário, que, na sua opinião, soube aproveitar a fraca preparação, deficiente organização e incumprimento de esquemas técnico e tácticos por parte dos Palancas Negras, sobretudo na zona central.