Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Abel vaticina em bons resultados

24 de Março, 2018

Ex-futebolista angolano confiante no sucesso dos Palancas

Fotografia: Miqueias Machangongo | Edies Novembro

O antigo internacional angolano Abel Campos vaticina a possibilidade da Selecção Nacional de futebol ter desempenho positivo e ainda surpreender os adversários nos próximos compromissos em que está engajado.
O antigo internacional, considera que, em reacção à derrota dos Palancas Negras, aos penáltis, por 6-7, diante da África do Sul, na abertura do torneio das quatro nações, que decorre na Zâmbia, inserido na primeira data Fifa do ano, há que ter em conta o carácter do torneio e a capacidade do adversário.
O ex-extremo do Petro referiu à Angop que, apesar do resultado não ser dos melhores o torneio que serve de preparação da selecção nacional, vem em boa hora, na medida em que se aproveita a data Fifa para possibilitar uma preparação adequada e rodagem competitiva da equipa nacional, tendo em conta os próximos compromissos, disse.                   
Abel Campos, além de apelar aos órgãos de direito, em especial a Federação Angolana de Futebol (FAF), para a criação das condições necessárias a um trabalho de preparação adequado da selecção angolana, considera que foram convocados os jogadores possíveis no momento e que devem representar com dignidade o país.      
Sobre o referido desafio com a Zâmbia, em que as equipas empataram a uma bola nos 90 minutos regulamentares, com golos de Djalma, aos 32\', e Lebo Mothiba (51\'), e na transformação de grandes penalidades, Abel Campo avalia que ambas converteram os primeiros cinco, o que levou a uma segunda série, na qual o adversário foi mais feliz.
Afonso Abel de Campos, por sinal pai do futebolista Djalma, que actua na Grécia, nascido aos 4 de Maio de 1962, destacou-se com a camisa do Petro de Luanda, onde jogou entre 1982 e 1988, quando despertou o interesse do Benfica (Portugal).
Representou a formação benfiquista entre 1988 e 1990, antes de se transferir para o Estrela da Amadora. Ainda teve passagens por Braga, Benfica CB, Gelora Dewata e Alverca, até se aposentar em 1998, enquanto defendia o PSIS Semarang da Indonésia. Também passou pela selecção angolana de futebol.