Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Albano Csar lamenta falhas defensivas

Paulo Caculo - 28 de Fevereiro, 2019

Fotografia: Jos Cola | Edies Novembro

O novo  timoneiro do Cuando Cubango FC não escondeu, no final do jogo, a insatisfação pelo resultado negativo, mas destacou a \"boa postura\" evidenciada pelos seus pupilos \"sobretudo na segunda parte do jogo\", período em que garante ter chegado a acreditar que o empate seria o desfecho final da partida.
Albano César atribui, por isso, culpas ao sector defensivo no erro fatal, que resultou no terceiro golo do Kabuscorp, quando decorria já os minutos de compensação.
A forma como a equipa sofre o golo é classificado pelo treinador do Cuando Cubango FC como exemplo claro de \"displicência defensiva\" dos seus jogadores. Já o técnico adjunto do Kabuscorp do Palanca, Marcos Chivinda, considerou a vitória da equipa resultado do \"espírito de luta e persistência\" espelhado pelos jogadores, sobretudo em momentos de alguma dificuldade, face a recuperação do adversário no marcador.
De acordo ainda com o \"braço direito\" de Paulo Torres na equipa técnica do  conjunto do Palanca, a postura do Cuando Cubango FC não surpreendeu, porque já estavam precavidos das dificuldades que podiam enfrentar para ultrapassar a equipa agora às ordens de Albano César.
\"O adversário valorizou a nossa vitória e a equipa soube fazer o seu papel, porque sabíamos que não seria um jogo fácil\", disse Marcos Chivinda, que valorizou, igualmente, a boa entrega dos reforços Trésor, Medá e Dani, utilizados pela primeira vez na equipa.Amaro, Vali e Medá marcaram pelo Kabuscorp, aos 14, 49 e 90 minutos, ao passo que Cassinda, aos 74´, e Clarice, aos 86´, fizeram os golos do Cuando Cubango FC.