Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Angola estreia hoje diante do Botswana

Paulo Caculo - 28 de Maio, 2018

Combinado nacional est na frica do Sul ciente das dificuldades a encontrar

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

A pensar no triunfo e na consequente liderança do grupo, a Selecção Nacional defronta hoje, às 16 horas, a similar do Botswana, em jogo da primeira jornada do grupo B da Taça Cosafa, que decorre na cidade sul-africana de Limpompo.
Depois de uma preparação marcada por alguns solavancos, sobretudo no que às condições de trabalho dizem respeito, os Palancas esperam contrariar as adversidades começando com um triunfo,  cujo objectivo visa a conquista do quarto título da sua história na competição regional.
Diante de um adversário experiente e a atravessar excelentes níveis de motivação, a equipa às ordens de Srdan Vasiljevic não espera facilidades. Muito pelo contrário. O combinado nacional está na África do Sul ciente das dificuldades que vai encontrar, mas sobretudo preparado para  superar eventuais dificuldades.
Angola espera, por isso, apostar num futebol ofensivo, mas sem jogar deliberadamente ao ataque, por conhecer a capacidade ofensiva do Botswana. Da estratégia preparada pelo seleccionador nacional com o objectivo de surpreender as Zebras do Botswana, destaca-se a necessidade imperiosa da equipa jogar com as linhas fechadas, de forma a permitir cortar aos donos da casa todas as vias de acesso à baliza de Gerson.

ONZE PROVÁVEL

É muito provável que a equipa titular dos Palancas para o jogo desta tarde venha a apresentar muitas novidades em relação à última colocada em campo pelo técnico sérvio. Ou seja, Srdan Vasiljevic deve apostar num colectivo “onze” jovem, mas com jogadores que lhe garantam maior confiança.
Na baliza, Gerson permanece "intocável". O guarda-redes do Petro deve ser apoiado no eixo defensivo pela dupla  Lulas e Eddy. Já nas laterais devem jogar Pedro e Danilson, enquanto no meio campo partem em condições de povoar o sector os fundamentais Carlinhos, Mateus, Kaporal e Show. Já o ataque pode ser formado por Chico Banza e Vá.
Os Palancas podem jogar num clássico 4X4X2, desdobrável em 4X5X1 sempre que a equipa nacional esteja em acção defensiva, parafraseando o seleccionador, para permitir fechar muito bem as linhas da defesa.
 
"VAMOS VENCER"

O seleccionador nacional de honras, Srdan Vasiljevic, manifestou o desejo de conquistar para Angola o quarto título da Taça Cosafa. O técnico sérvio acredita que tudo pode ser possível, apesar de admitir estar a trabalhar com um grupo bastante jovem.
“Vamos tentar conquistar a Taça Cosafa. Estes jogadores vão poder ter uma boa oportunidade para o futuro. Já subimos cinco lugares no ranking e qualquer resultado positivo seria bom para mim, mas os principais protagonistas são os jogadores”, disse.
Srdan Vasiljevic não escondeu as dificuldades que teve para preparar a selecção nacional mas, ainda assim, mantém a crença numa campanha positiva na Cosafa, embora tenha em  em atenção estar a trabalhar com uma nova equipa.
"Espero o melhor para os meus jogadores. Temos uma equipa bastante jovem, formada de jovens com muito talento e o que mais queremos é fazer um bom torneio. Este grupo sabe o que deve fazer. Estamos muito confiantes nestes jogadores, tudo depende deles e do trabalho que estamos a fazer", esclareceu o seleccionador.