Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Artur quer agostinos ao ataque

15 de Setembro, 2018

Marrocos, chefiado por Rdouane Jiyed, que tem como rbitros assistentes Yahya Nouali e Essam Benbapa, enquanto Hicham Tiazi o quarto juiz.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva, aconselhou o 1º de Agosto a apostar no ataque, frente ao TP Mazembe da RDC, hoje às 17h00, no Estádio 11 de Novembro, para tentar superá-lo com mais facilidade no jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Futebol.
Em antevisão ao desafio , o dirigente referiu à Angop, que, apesar das dificuldades a enfrentar, o campeão nacional deve priorizar as acções ofensivas, sem no entanto, descurar o defensivo, no sentido de marcar golos.
“Será um jogo difícil e crucial, na medida em que o adversário é uma equipa muito bem estruturada do ponto de vista competitivo. Por isso, o 1º de Agosto deve trocar bem a bola e atacar forte, sem descurar a defesa, para que não seja surpreendido”, disse.
Acrescentou que o ataque só será eficaz se for baseado numa transição eficiente a partir do seu sector defensivo, em que os jogadores encaram o encontro com maior determinação e objectivo no triunfo.
“É preciso encarar o TP Mazembe como uma equipa forte, mas sem receios de lutar pela sua superação. O 1º de Agosto deve procurar obter um resultado positivo já em casa, para encarar o outro jogo sem muita pressão”, frisou.
Para este encontro, a Confederação Africana de Futebol (CAF) indicou um quarteto de árbitros do Marrocos, chefiado por Rédouane Jiyed, que tem como árbitros assistentes Yahya Nouali e Essam Benbapa, enquanto Hicham Tiazi é o quarto juiz.