Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

ASA e Cuando Cubango tentam a salvao

Betumeleano Ferro - 18 de Maio, 2019

As duas equipas so foradas a somarem trs pontos

Fotografia: Jornal dos Desportos

 O ASA ou o Cuando Cubango FC, não é uma questão de escolha, mas de competência e mais alguma coisa, que só se vai ficar claro quando terminar o ASA - Caála e o Cuando Cubando - Libolo, marcados para hoje às 15h00. As duas equipas são forçadas a somarem  três pontos, mas há quem saiba que precisa do deslize do companheiro de desgraça para sobreviver.
A fazer uma das piores temporadas da sua rica história no campeonato, os aviadores sabem que a permanência só depende de coisas boas que fizer nos Coqueiros contra o Caála. O fiel da balança pende para o lado dos forasteiros, mas esse é o momento do derradeiro sacrifício para os aviadores, ou ganha e garante a permanência, ou fracassa e  arrisca-se a trocar de destino com o Cuando Cubango.
Os muitos problemas,  por que passou o ASA, este ano, tiraram toda a força anímica, mas é preciso recuar ao passado e ver que os aviadores já conseguiram surpreender em momentos como estes. Os caálenses vão tirar bom proveitoso da aflição aviadora, mas é ponto assente que não vão  ficar todo o tempo com o pé no acelerador, assim,  os aviadores têm de ser eficientes para aproveitar bem.
A jogar em casa, nos Eucaliptos, o Cuando Cubango FC vai tentar todo o foco no difícil jogo com o Libolo. Os tempos  não são de bonança para os libolenses, então, a equipa anfitriã tem de aceitar correr  os riscos necessários para chegar à vitória.
Com os olhares centralizados nos dois jogos que vão definir quem vai descer, ainda vai haver tempo para prestar alguma atenção aos outros embates de sábado,  como o Interclube - FC Bravos do Maquis, às 15h00, no Estádio 22 de Junho. Os polícias conseguiram,  a meio da semana,  o apuramento  para as meias-finais da Taça de Angola,  significa que ainda há vida,  por isso, vão prolongar o estado de graça para  suportar o que resta da época.  Quanto  aos maquisardes, os lundas jogam para cumprir calendário,  mas sem intenção de entregar pontos.
O Santa Rita de Cássia - Sporting de Cabinda, às 15h00 no Estádio  4 de Janeiro, tem tudo para deixar os adeptos locais com água na boca, os dois contendores têm força competitiva para fechar o campeonato de cabeça erguida. A trajectória de ambos no campeonato,  favorece mais os católicos, realmente têm mais chances de ganhar, mas atenção aos leões, agora que asseguraram a permanência,  têm a cabeça no lugar para mostrar todo o talento que estava escondido na relva.
A despromoção, antecipada,  do Saurimo FC tira algum sal ao embate que vai disputar extramuros com a Académica do Lobito, às 15h00 no Buraco, despedida em força é o que os lundas vão fazer, mas isso, só  acontece se os estudantes estiverem com a cabeça nas férias merecidas.BF