Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Ausncia de Capita atenta o interesse nacional

Valdia Kambata - 03 de Outubro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A ausência do avançado Osvaldo Capembe \"Capita\" na selecção de futebol de Sub-17 no Torneio Internacional, que decorreu na Turquia, bem como a possibilidade de ocorrer o mesmo no Campeonato do Mundo que vai decorrer de 26 do corrente a 17 de Novembro, no Brasil, é um \"atentado ao interesse nacional\".
O desempenho do atleta no CAN da categoria, em Março, na Tanzânia, em que Angola obteve a terceira posição e consequentemente o apuramento ao mundial, demonstra o interesse nacional sobre o sujeito, segundo o jurista, especializado em direito desportivo, Egas Viegas.
 Em declarações à Angop, em Luanda, sobre a suspensão do jogador pelo 1.º de Agosto, alegadamente por incumprimento de trabalho, o advogado disse que a medida disciplinar aplicada não afecta a selecção nacional, por esta estar sob égide da Federação Angolana de Futebol (FAF), órgão autónomo.
O autor da obra “Contrato de Trabalho Desportivo”, lançada em 2017, afirmou que a FAF está ainda a tempo de corrigir a decisão que considera errada da sua equipa técnica, para que o jogador, melhor marcador da selecção no CAN da Tanzânia (4 golos), possa disputar o Campeonato do Mundo.
Sobre a suspensão de Capita, por parte do 1.º de Agosto, Egas Viegas referiu que o clube enquanto empregador/formador tem o poder de direcção e disciplina e pode aplicar qualquer medida prevista na Lei Geral do Trabalho.
O licenciado em direito, pela Universidade Agostinho Neto (UAN), colocou no mercado outra obra em 2018 “Segurança Social Fundos de Pensões e Seguros para Desportistas”. Actualmente, integra uma comissão que trabalha para a concretização da primeira legislação laboral desportiva no país.
O diferendo entre o clube militar e o atleta resulta da recusa de Capita em treinar por conta de um possível contrato, com um clube Europeu.
Sobre o assunto, o vice-presidente da colectividade Paulo Magueijo disse estar o jogador, de 17 anos, suspenso por incumprimento laboral e que existe uma cláusula de rescisão de 200 milhões de kwanzas.
Na sequência, o agente do futebolista, Nelson Almeida, argumenta existirem clubes europeus (não citou quais) interessados em pagar o valor, pelo que encontra entraves por parte da colectividade do “rio seco”.  

AMISTOSO
Sub -17 empata diante do ASA


A Selecção Nacional em Sub-17 empatou ontem ( 0-0) com a equipa júnior do  Atlético Sport Aviação, em jogo amistoso realizado no Estádio Nacional  da Cidadela, no distrito do Rangel, visando a participação na Taça COSAFA da categoria, a disputar-se de 11 à 20 de Outubro, em Malawi.
Num jogo em que o seleccionador Silvestre Pelé foi bastante exigente, serviu para incutir na mente dos atletas a necessidade de manterem a concentração e o espírito competitivo do grupo, mostrando-se satisfeito, pela forma como os  aviadores valorizaram o jogo treino.
\"Foi um bom treino, pois a equipa do ASA deu uma boa réplica e os nossos jogadores conseguiram corresponder com muita categoria. O ASA é uma equipa possante semelhante as que vamos encontrar na competição. Assim  sendo, os miúdos bateram-se bem e esperamos que façam o mesmo lá\", augurou.
\"Realizamos apenas um jogo e pretendemos fazer mais um na próxima terça feira. Ainda assim, ficou patente a razão da nossa satisfação, naquilo que os miúdos conseguiram fazer. Foi rápida a interpretação e fácil na execução dos gestos tácticos que pretendíamos, por isso pensamos que com esta rapaziada vamos conseguir fazer um bom trabalho\", revelou.
 Silvestre Pelé garante, que o grupo está a interiorizar bem as orientações da equipa e defende que, aos poucos, os atletas estão corresponder. \"Ao longo deste três dias fizemos um trabalho aturado, onde apelamos a assimilação e praticabilidade daquilo que pretendemos\", sublinhou.
Prosseguiu e disse, que \"com urgência devido a escassez de tempo, trabalhar  uma selecção em seis dias não é fácil, mas conseguimos  desenvolver aquilo que pretendemos e os meninos estão acatar bem as nossas orientações\", enalteceu.                   

ELEITOS
Pelé aposta nos mais jovens


A selecção de sub-17 volta aos trabalhos na próxima semana, e, segundo a equipa técnica, dará primazia o posicionamento da defesa, bem como trabalhar em jogadas combinadas, com destaque para os cruzamentos tensos. Até ao próximo dia 7 de Outubro, o combinado nacional vai trabalhar de segunda à quarta-feira, das 8h00 as 10h00, no Estádio Nacional da Cidadela
Bruno, oriundo do Sacavanense de Portugal, e Tchocombongue  do Académica  do Lobito,  são as principais novidades do lote de jogadores eleitos para participar na Taça COSAFA/ 2019.
Silvestre Pelé elegeu 21 jogadores para a prova, sendo onze com 15 anos, seis com 16 anos  e quatro com 14 anos , perspectivando a futura selecção de sub-17.
Eis  os eleitos de Silvestre Pelé : Guarda redes- Gaspar  e Cristovão ; Defesas - Nelo, Tchocombongue, Benedito, Garcia, Jeremias, Zezinho, João e Domingos ; Médios - Yury, Osvaldo, Messito, André e António; Avançados - Chiquinho, Rivaldo, Miro, Lisandro e Bruno.