Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Aviadores encerram poca na prxima semana

Augusto Panzo - 25 de Novembro, 2017

A equipa principal de futebol do Atltico Sport Aviao (ASA), um dos co-fundadores do Girabola em 1979,

Fotografia: Paulo Mulaza

A equipa principal de futebol do Atlético Sport Aviação (ASA), um dos co-fundadores do Girabola em 1979,  acabou por descer de divisão 39 anos depois, continua a trabalhar por determinação da direcção, deve encerrar a época desportiva somente na próxima semana,  soube o Jornal dos Desportos de uma fonte ligada ao clube do aeroporto.
\"Estamos a viver uma coisa incrível. A equipa desceu de divisão, e isso já está oficializado pela FAF, através do seu Comunicado Oficial nº 49/SG/17, mas continuamos a ver os jogadores e a equipa técnica a trabalhar. Ouvi, que foram orientados a manter os trabalhos, até provavelmente ao fim deste mês de Novembro. Isso para mim, é um pouco intrigante\", salientou a fonte. Indagado sobre o por quê de sentir-se intrigado, a fonte revelou que a posição da direcção do ASA complica a vida a muitos jogadores, sobretudo, aqueles que possivelmente possam vir a ser dispensados.
\"Digo isso, porque quase todas, ou se não mesmo todas as equipas já encerraram as respectivas épocas. Aqui, no ASA não. É claro, que essa situação pode complicar a vida aos jogadores que possivelmente venham a ser dispensados\", defendeu.
Instado a falar sobre uma possível \"vassourada\" que pode ocorrer no plantel do ASA, em função da nova conjuntura que se avizinha que é de jogar no provincial, a fonte admitiu a hipótese de todos atletas abandonarem a equipa, em busca de novas oportunidades no próximo ano. \"Não acredito que depois de descer de divisão, algum atleta queira continuar mais no clube. É possível que todos abandonem o plantel, em busca de novas oportunidades, porque ninguém vai querer continuar no ASA, para jogar no campeonato provincial de Luanda,  se vier a existir essa competição\", ressaltou a  fonte.
Acrescentou, que mesmo a exigirem a equipa continuar a trabalhar, o grupo continua sem receber os salários em atraso.
\"Apesar das exigências que estão a ser feitas, no sentido dos jogadores continuarem a treinar, o grupo continua sem receber os salários em atraso. Não sei o que a direcção pensa fazer para honrar os seus compromissos com os jogadores e com  a equipa técnica\", indagou-se a fonte.