Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Bianchi no acelera e Petro lidera fracassados

31 de Dezembro, 2018

Aos poucos, começa a ser penoso aos adeptos do Petro de Luanda, constatar que o segundo é o primeiro dos últimos. Mais do que curvar diante das evidências, a expectativa adiada dos tricolores começa a dar lugar à desilusão maior.
Os petrolíferos coleccionaram fracassos seguidos, enquanto o rival, os rubro - negros prolongam o período de festa no campeonato. Nem a ponta final para se manterem em igualdade de circunstância serviu de consolação ao campeão dos campeões, que superou o Kabuscorp, Interclube e Libolo.
A época tricolor começou promissora,  em alguns momentos deu para sentir que a enorme revolta tricolor só ia terminar com o título, mas a equipa acabou por cometer o mesmo pecado das vezes anteriores. Uma vez mais, a derrota com o rival na fase das decisões, matou em definitivo a esperança tricolor de fazer o desjejum.
É verdade, que depois do clássico ainda faltavam muitas jornadas e pontos,  a motivação do 1º de Agosto acabou por fazer mossa ao Petro de Luanda. Ninguém, pode acusar a equipa de baixar os braços muito cedo, continuou na corrida, depois desistiu porque ficou evidente que não dependia só do seu esforço, não apareceu um salvador para cortar as pernas ao campeão.
O que está a acontecer à equipa de Beto Bianchi, é novo. A hora da verdade demora a chegar para o treinador, cuja competência fica manchada por esta nódoa, que teima em não sair. As exibições dos tricolores ao longo da equipa não foram as melhores nem as piores, do que as da equipa rubro -  negra.
Na hora da verdade, em que ninguém segura o Petro, é que demora a ser percebida pelo técnico e seus pupilos. Os sucessivos fracassos fazem com que a equipa se atrapalhe, quando está diante da grande chance de fazer a fuga para frente.
Num passado recente, quando abriam uma vantagem, até podia ser mínima sobre os concorrentes directos, todos  sabiam como ia ser o desfecho final. Os tempos, agora, são outros,  a equipa perdeu a chama no clássico. É nestes embates que têm perdido tudo e a pontuação final, é a prova disso. A diferença pontual com o campeão é o resultado do que acontece no confronto directo entre ambas e o fracasso antecipado surge assim.