Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Carlos Hendrick confirma Zoran Maki

Jorge Neto - 18 de Dezembro, 2017

Presidente do 1 de Agosto pretende equipa na fase de grupos da Liga dos Campees

Fotografia: Edies Novembro

O presidente de direcção do 1º de Agosto, Carlos Hendrick, confirmou no sábado a contratação do técnico sérvio Zoran Maki para as próximas duas épocas, em substituição do bósnio Dragan Jovic, que por razões de saúde deixou o clube.
O dirigente do bicampeão nacional disse, por altura da Gala de \"Prémios de Futebol Palancas Negras\", que acertaram com o novo técnico dias depois da disputa da final da Taça de Angola, diante do rival Petro de Luanda com quem o 1º de Agosto perdeu por 2-1.  
“Confirmo a contratação do técnico Zoran Maki, para os próximos dois anos. O técnico esteve aqui na final da Taça de Angola, e dias depois acertamos com ele de forma célere. De facto, será o nosso treinador nas próximas duas épocas, e desejamos que ele tenha êxitos no seu trabalho\", confirmou Carlos Hendrick à imprensa.
Com isso, o dirigente rubro -negro confirmou igualmente à manchete do Jornal dos Desportos, publicada no passado 30 de Novembro, com o título \"Zoran Maki rende Jovic”.
O número “um” da direcção do clube militar acrescentou, que além do novo técnico contam também com os préstimos de três reforços vindos do estrangeiro, para atacar a próxima época.
\"Contratámos o Jacques (congolês democrático) e o Fiston (burundês), dois avançados para reforçarem o nosso ataque, e contamos também com um defesa nigeriano, para o sector mais recuado da nossa equipa. Por outro lado, contamos com dois jogadores formados no nosso clube, que ascenderam à equipa principal\", assegurou.
O novo timoneiro dos campeões nacionais tem a missão de defender o bi -campeonato conquistados em 2016 e 2017, erguer o troféu da Supertaça e da Taça de Angola, uma tarefa árdua, mas aceite pelo técnico indicado por Dragan Jovic, conforme o desejo da direcção do clube de continuar a apostar na escola da Europa do Leste.
Maki chegou a Angola como técnico -adjunto, na formação do Kabuscorp do Palanca, depois passou à condição de principal, e também já orientou o Sagrada Esperança da Lunda - Norte.