Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

DAgosto motivado para jogar na Zmbia

Paulo Caculo - 12 de Setembro, 2019

Militares buscam em Lusaka a vantagem para a deciso da eliminatria de acesso fase de grupos da liga dos campees

Fotografia: Contreiras Pipa| Edies Novembro

A história positiva recente na Liga dos Campeões Africanos, serve de principal tónico ao 1.º de Agosto na deslocação efectuada ontem ao terreno do Green Eagles da Zâmbia, tendo em vista o embate deste sábado, referente à primeira mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da maior competição de clubes da CAF.
Em Lusaka, a equipa angolana espera ir ao encontro da sua história. Ou seja, a formação militar ambiciona construir diante do campeão zambiano um resultado que traduza em vantagem na eliminatória, com boas perspectivas para o embate em Luanda.
Mas, para tal, o conjunto às ordens de Dragan Jovic espera ser igual a si mesmo. Os militares projectam para este desafio frente aos nigerianos um futebol adulto, intenso e descomplexado, suficiente para surpreender os donos da casa. Aliás, esta disposição ficou patente durante as duas últimas sessões de treinos realizadas pela equipa angolana.
Em solo zambiano, a equipa angolana com registo positivos nas edições  passadas da Liga dos Clubes Campeões, prevê repetir o percurso brilhante protagonizado em 2018, a começar por uma vitória sobre o Green Eagles no sábado, que pode abrir fortes probabilidades de assegurar a qualificação aos grupos de disputa da “Champions”.
Um dos grandes objectivos do 1.º de Agosto nesta nova empreitada, prende-se, a julgar pelas declarações de Ivo Traça, em tentar superar o feito alcançado na edição antepassada, ano em que estiveram “às portas” da final da competição, não fosse o injusto desfecho da partida frente ao Esperança de Tunis, nas meias-finais.
Ontem, antes da viagem, a equipa militar realizou uma sessão ligeira de preparação, tendo o técnico Dragan Jovic promovido um curto ensaio de exercícios físicos com bola. Foi notório no treino derradeiro, a disposição e a vontade do plantel em realizar um bom jogo.
Depois das informações que detém do potencial do adversários, os militares encaram o jogo deste sábado com muitas cautelas, mas com os objectivos bem definidos. O foco está centrado na vitória, o empate não seria mau, mas a derrota é o único resultado que não interessa aos rubro negro. 
Seguiram viagem para Zâmbia os atletas Tony Cabaça e Neblú (guarda-redes); Isaac, Paizo, Massunguna, Bobô, Bonifácio e Jó (defesas); Macaia, Mário, Kila, Atouba, Ibukun, Zito Luvumbo e Nelson da Luz (médios); Ary Papel, Lionel Yombi e Mabululu (avançados).

CONFIANTE
Ivo Traça descarta derrota


A derrota não faz parte do vocabulário do 1.º de Agosto, nesta deslocação à casa do Green Eagles da Zâmbia. Esta disposição ficou patente na reacção da equipa técnica. Ivo Traça, adjunto e porta-voz da equipa técnica rubro, fez questão de assegurar que a vitória é o resultado que perseguem.
O treinador realçou, que para tal nem que os militares tenham de se “entrincheirar” na sua defesa, para segurar uma igualdade sem golos. Na antevisão ao jogo deste sábado, descartou qualquer hipótese de uma derrota na Zâmbia.
“Quem pretende ingressar na fase de grupos, da Liga dos Campeões, tem de pensar em vencer ou empatar no reduto do adversário. A equipa está compenetrada e disposta a regressar ao país com um resultado, que lhe permita sonhar com a qualificação”, afirmou, sem evasivas, Ivo Traça, técnico adjunto do 1.º de Agosto.
De acordo, ainda, com o treinador militar, a equipa cumprir um plano de preparação excelente, seguro, sem sobressaltos. Os níveis de resposta dado pelos jogadores nos treinos ajudam a elevar os índices de confiança do grupo num bom resultado em Lusaka.
“Sabemos que vamos encontrar dificuldades. Mas tudo faremos para evitar que sejamos derrotados. O grupo está focado, trabalhou muito, arduamente, para que nos finais das contas possamos ser recompensados com um bom jogo e resultado”, esclareceu Traça.
O técnico assegurou que com as informações que dispõem do adversário permite estarem confiantes numa boa prestação e por conseguinte num desfecho airoso na eliminatória. “Temos os dados do adversário, o que nos permite avaliar o seu valor e perspectivamos boa uma eliminatória. Contem connosco”, destacou em mensagem aos adeptos.