Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

"Devemos pensar mais no que ganhamos"

Pedro Augusto, em Goinia - 07 de Novembro, 2019

Tcnico gostou da forma como os Palanquinhas reagiram ao golo sofrido

Fotografia: DR

Os angolanos devem pensar mais nos ganhos obtidos com a participação da selecção nacional Sub-17 no Campeonato do Mundo, que decorre no Brasil, onde foi eliminada nos oitavos-de-final pela sua congénere da Coreia do Sul, e não por ter falhado os "quartos" da competição.
A posição foi defendida pelo seleccionador nacional, Pedro Gonçalves, em Goiânia, momentos depois dos Palanquinhas terem sido afastados da prova pelos Tigres da Ásia, derrota por 1-0, mas que não "belisca" a boa imagem deixada pelos jovens angolanos na sua estreia na competição mundial da categoria.
"Estamos satisfeitos por todo esse percurso, onde começámos e chegamos. Temos que estar orgulhosos, o povo angolano deve estar orgulhoso e acreditar nesses rapazes e mais do que pensar no que perdemos, vamos pensar no que ganhamos. Nós, Angola, Ganhamos reconhecimento internacional, ganhamos capacidade competitiva e ganhamos grande motivação no futebol jovem de Angola", disse, Pedro  Gonçalves, bastante satisfeito pelo trabalho feito pelos jovens futebolistas no Brasil.
Pedro Gonçalves disse não ter dúvidas de que essa selecção ainda vai dar muitas alegrias aos angolanos, pois considera ser um grupo com enorme potencial e grande capacidade de reacção.
"Essa selecção, com certeza, ainda vai dar muitas alegrias. O grupo tem enorme potencial. Agora, temos é que preparar tudo, não só essa,  como as outras gerações, porque só assim, trabalhando,  que Angola poderá estar mais vezes em competições desse tipo", referiu.
O seleccionador Pedro Gonçalves mostrou-se igualmente feliz com a exibição do grupo na prova, onde defrontou selecções muito mais possantes, isso do ponto de vista físico, o que, no seu entender, chegou a complicar as pretensões do grupo às suas ordens.
A selecção nacional, que ontem à tarde deixou a cidade de Goiânia, rumo a São Paulo, onde pernoitou, chega amanhã de manhã em Luanda.

ANGOLANOS
Zine Salvador e David na lista dos marcadores


Zine Salvador e David, ambos avançados, têm os seus nomes duplamente inscritos na histórica participação de Angola em um Campeonato do Mundo Sub-17 de futebol.
Os dois jogadores, para além do facto inédito da qualificação aos oitavos-de-final, foram os marcadores de três dos quatros golos da selecção angolana no campeonato, sendo Zine Salvador o melhor com dois tentos (média de 0.5 por jogo) e David com 1 (média de 0.33 por partida).
O avançado Zine Salvador marcou os 2 golos em 299 minutos, ambos de cabeça, o que dá uma média de 1 tento em cada 149.5 minutos de jogo. As suas vitimas foram os guarda-redes da Nova Zelândia e do Canadá, na primeira e segunda jornadas da fase de grupos. David, por sua vez, marcou o golo da vitória sobre os canadianos, ao passo que o quarto tento dos angolanos foi um auto-golo de um jogador neozelandês.
O melhor marcador da selecção angolana no CAN da Tanzânia, Osvaldo Capemba "Capita", e a principal referência dos Palanquinhas, Zito Luvumbo, terminaram a competição em branco.