Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Djalma e Fredy de regresso aos Palancas

Paulo Caculo - 01 de Setembro, 2018

Os jogadores do 1 de Agosto dominam a lista de convocados

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os regressos à Selecção Nacional dos profissionais Djalma Campos, Jonathan Buatu, Freddy e Mateus Galiano, cerca de um ano depois de terem sido chamados pela última vez, num jogo para a Data FIFA, representam a nota de principal destaque na lista de convocados do seleccionador Srdan Vasiljevic, tornada pública ontem, tendo em vista o jogo diante do Botswana, agendado para dia 9 deste mês, no Estádio 11 de Novembro, referente às eliminatórias de acesso ao Campeonato Africano de 2019, nos Camarões.
Na mesma lista, realce ainda para as estreias dos jovens Mário e Guelor, ambos do 1º de Agosto, e de Mabululu, do Domant do Bengo. Os três jogadores mereceram a aposta do seleccionador para estarem na selecção - segundo Srdan Vasiljevic - em virtude da boa época rubricada ao serviço dos respectivos clubes.
Os jogadores do  1º de Agosto dominam a lista de convocados, com oito elementos, nomeadamente  Tony Cabaça, Show, Dany, Paizo, Mário, Mingo Bille, Guelor, Geraldo; seguido do Petro de Luanda com Gerson, Herenilson, Job, Wilson e Mira. Integram ainda a lista Landu e Paty (Interclube), Mabululu (Domant do Bengo), Gelson Dala e Buatu (Rio Ave), Mateus Galiano (Boavista), Freddy (Belenenses), Djalma Campos (Alanyaspor), Bastos (Lazio), Vá e Chico Banza (Leixões).
Em declarações aos jornalistas, Srdan Vasiljevic, manifestou-se optimista, tendo destacado a prontidão que tiveram os atletas profissionais em responder à chamada da selecção.  “Esperamos um jogo bastante difícil, temos de assumir a responsabilidade que este jogo exige, porque não gostaríamos de esquecer que Angola tem, um saldo negativo do jogo que perdeu frente ao por isso temos de pensar em vitória\", disse o seleccionador. A selecção começa a trabalhar segunda-feira, às 9 horas, no Estádio da Cidadela, devendo os profissionais juntar-se ao grupo a partir do domingo.