Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Duelo de Calulo centraliza atenes

Paulo Caculo - 11 de Janeiro, 2020

Libolenses e diamantferos travam hoje um jogo interessante no estdio de Calulo

Fotografia: ANTNIO SOARES | EDIES NOVEMBRO

As equipas do Recreativo do Libolo e Sagrada Esperança discutem hoje o passe para os «oitavos-de-final» da Taça de Angola, quando defrontarem-se às 15H00, no Estádio de Calulo, em jogo referente aos dezasseis-avos-de-final da segunda maior competição do calendário da FAF.
Naquele que é considerado o jogo de maior cartaz da presente fase de disputa da Taça de Angola, as previsões apontam para um duelo interessante entre duas equipas do mesmo escalão, embora o histórico atribua ao conjunto de Calulo - duas vezes vencedor da Taça - maior favoritismo sobre a turma do Dundo, que ergueu o troféu em apenas uma ocasião.
Em face disso, prognósticos à parte, as maiores percentagens de favoritismo são atribuídas ao Libolo, que recepciona em casa uma formação do Sagrada, que se mostra disposta a conservar o prestígio e a dignidade conquistada na prova.
As duas formações com altos e baixos encerraram a primeira volta do Girabola Zap 2019/2020 com resultados distintos: os Lundas venceram o Cuando Cubango, ao passo que os libolenses perderam frente a Académica do Lobito.Mas, como favoritismos não vencem jogos, apenas as incidências da partida e o labor a ser patenteado pelos contendores, poderá ajudar a ditar o desfecho deste desafio, em que se adivinha um final imprevisível.
No prosseguimento da eliminatória, O Ferrovia do Huambo recebe a visita do 1º de Maio de Benguela, às 15h00, nos Kuricutelas, num confronto em que os anfitriões se apresentam, à priori, como teóricos favoritos a carimbarem a qualificação à fase seguinte.
Incapazes de patentear no Girabola Zap  uma época sem mácula, em que sofreu duas faltas de comparência, que forçaram a FAF a mostrar-lhe o \"cartão vermelho\", os proletários chegam a Huambo fragilizadas, pelo que, maiores serão as exigências, perante uma prova em que não são tidos como candidatos.
Com maiores ambições estão, seguramente, os pupilos de João Pintar, que esperam justificar todo o favoritismo que lhes é atribuído neste jogo, de formas a alimentar o objectivo de tentar fazer história, nesta fase de disputa da Taça de Angola.
A sensacional Académica do Lobito desloca-se ao terreno do ASK Dragão do Uíge. O desafio agendado para às 15H00, no estádio 4 de Janeiro, pode ser de sentido único, sobretudo a julgar pelo desnível das duas equipas.
Os estudantes esperam, naturalmente, manter a tradição de alcançar as maiores exibições e resultados, ao passo que os católicos desejam criar alguma surpresa, «roubando» a qualificação ao seu antagonista.
Missão espinhosa pode ter o Cuando Cubango FC, na recepção ao Williete de Benguela, às 15H00, no Estádio dos Eucaliptos. Deste duelo entre equipas do mesmo campeonato, antevê-se equilibrada..
No embate entre equipas do segundo escalão do futebol nacional, Brilhantes de Cabinda e Paulo FC do Bengo, jogam às 15h00, no estádio do Tafe, num desafio com desfecho imprevisível. Concorre para isso, o facto de as duas equipas espelharem níveis equiparados de qualidade de plantel.
No prosseguimento dos 16/avos-de-final, amanhã, às 15H00, no Estádio Mundunduleno, no Luena, os Jovens do Moxico recebem a visita do Sporting de Benguela. Neste confronto entre duas formações do mesmo escalão, as previsões apontam para um desafio que se prevê titânico, motivado pela ansiedade de ambos os conjuntos seguirem em frente na prova.
Esta fase encerra apenas no próximo dia 15 do mês em curso, com o duelo entre o Recreativo da Caála e o Sporting de Cabinda, agendado para as 15H00, no Estádio Mártires da Canhala, no Huambo.