Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Equipa realiza trabalho comunitrio

02 de Agosto, 2018

Belenenses, Luzineide Pacheco, manifestado satisfao com o sucesso da iniciativa.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A equipa de futebol do Clube Belenenses de Angola (CFBA), acaba de lançar, no bairro Rocha Pinto, um projecto comunitário denominado \"Limpar o Meu Bairro\", cujo objectivo visa sensibilizar os moradores para a importância de cultivarem novos hábitos no tratamento do lixo produzido localmente.
A primeira fase do projecto, lançado no último fim-de-semana, no campo do clube, localizado no Rocha Pinto, arredores do estádio 22 de Junho, envolveu todos os jogadores, técnicos e dirigentes do clube, tendo no final da acção a directora do Gabinete de Comunicação e Imagem do Belenenses, Luzineide Pacheco,  manifestado satisfação com o sucesso da iniciativa.
\"Estamos satisfeitos com a adesão dos moradores do bairro ao nosso projecto. Estamos numa comunidade cheia de crianças e as crianças é que mais movimentam a comunidade. Decidimos criar o projecto \"limpar o meu bairro\", em virtude de sentirmos a necessidade de colaborar com as autoridades e incentivar a comunidade a mudar de mentalidade e tratar o lixo de outra forma\", disse a responsável.
Segundo ainda Luzineide Pacheco, uma das principais motivações do clube para a criação do projecto, prendeu-se com o facto de a comunidade do Rocha Pinto cultivar muito pouco o hábito de separação do lixo, facto que pode deixar de acontecer, com a chegada do projecto, que visa igualmente a realização de palestras com os munícipes.
\"O desporto é representatividade e, por isso, valorizámos o nosso bairro pela grande comunidade que representa. Estamos numa fase de mudança. Recorremos a tolerância lixo zero, que é uma organização de limpeza que trabalha com materiais recicláveis, e a Kankito, empresa de prestação de serviço, limpeza e desinfestação, que nos mostraram como ter um rendimento a partir do lixo e como podemos mudar o hábito da comunidade\", esclareceu.