Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Equipa sambila sem estrangeiros na nova época

Avelino Umba - 11 de Janeiro, 2018

Novo treinador do Sambizanga trabalha desde segunda-feira

Fotografia: M.Machangongo | Edições Novembro

A equipa principal de futebol do Progresso do Sambizanga, ao contrário das últimas épocas, pode competir nas provas oficiais deste ano - Girabola Zap e Taça de Angola - só com jogadores nacionais. A informação foi avançada ontem ao Jornal dos Desportos pelo treinador Hélder Teixeira.
De acordo com o substituto de Kito Ribeiro, no comando técnico dos sambilas, o desequilíbrio financeiro que se regista no país e afecta o clube, principalmente devido a escassez de divisas, faz que a direcção liderada por Paixão Júnior pense seriamente se avança ou não com a contratação de jogadores estrangeiros que como se sabe, têm custos adicionais.
\"Sabemos que os jogadores estrangeiros têm despesas acrescidas, assim, e em função do desequilíbrio financeiro que o país e o clube em particular atravessam, não creio que a contratação de jogadores expatriados seja o melhor caminho, porquanto o mercado interno pode - nos servir muito bem\", disse.
Hélder Teixeira, embora ainda não tenha sido apresentado oficialmente aos adeptos e à comunicação social, já trabalha e fala à sambila desde segunda-feira, dia em que no Complexo Desportivo e Escolar do Progresso, ao Sambizanga, orientou a primeira sessão de treinos do plantel para a nova época.
Hélder Teixeira disse que a direcção do clube sambila está em negociações avançadas com alguns jogadores para representarem a equipa, por isso, nos próximos dias, a equipa vai contar com o plantel desejado.
Questionado se vai ou haver a apresentação oficial da equipa técnica, Hélder Teixeira afirmou que tal pode ou não acontecer, devido ao pouco tempo que falta para o embarque ao local de estágio, a cidade de Lobito, na província de Benguela.
\"Temos a viagem marcada para sábado ou domingo, daí que não sabemos se ainda existirá tempo para a apresentação da equipa técnica aos adeptos e aos jornalistas, mas acho que está dentro do programa da direcção do clube\", disse.
Com passagem pelo 1º de Maio de Benguela, Recreativo da Caála e Santa Rita FC do Uíge, Hélder Teixeira tem contrato com o Progresso do Sambizanga por uma época. Questionado sobre as razões de aceitar treinar a equipa abandonada por Kito Ribeiro, o novo técnico sambila disse que foi motivado pela grandeza do clube. 
\"Apesar da equipa nunca ter ganho um campeonato nacional de futebol (Girabola Zap), com excepção da conquista da Taça de Angola, em 1996, a grandeza do clube fez com que ambicionasse este desafio. Por outro lado, há um ditado que diz, que \"os melhores vêm a Luanda\", que também é minha opinião, não quero dizer que eu seja melhor, mas se cá estou, é  pelo reconhecimento do trabalho que é observado pela direcção do Progresso, e finalmente chegou a hora de dar o meu melhor e que faço com todo o gosto, enquanto treinador deste clube, referiu.
O Girabola Zap tem início marcado para o dia 9 de Fevereiro e o Progresso do Sambizanga começa a campanha só na terceira jornada diante do Domant FC do Bula Atumba, do Bengo, porque os seus adversários da primeira e segunda jornadas, 1º de Agosto e Petro de Luanda, vão estar envolvidos em competições africanas, ou seja,   Afrotaças.

GIRABOL  A  E  TAÇA
Progresso com
objectivo por definir

A formação do Progresso do Sambizanga terminou a época em 9º lugar no Girabola Zap, foi afastada nas meias-finais da Taça de Angola. Uma safra que esteve longe do preconizado pela direcção do clube que era a conquista da segunda maior prova de futebol nacional (Taça de Angola) e alcançar os primeiros cinco lugares no Campeonato nacional.
Para a época que arranca a 4 de Fevereiro com a disputa da Supertaça entre o 1º de Agosto (campeão nacional) e o Petro de Luanda (vencedor da Taça de Angola), o Progresso do Sambizanga ainda não tem objectivo definido para a nova época. O treinador Hélder Teixeira confirma isso mesmo.
\"A direcção do clube ainda não definiu o objectivo da época (2018). Espero bem que nos deixem trabalhar para que tal seja definido\", disse.
Questionado sobre as condições de trabalho que encontrou no clube sambila, o treinador assegurou que são as possíveis.
\"Estamos no arranque e quando assim é, há sempre alguma situação que falta. É natural e acredito que dentro de poucos dias tudo seja alinhavado, pois, o vice presidente para futebol (Manuel Dias dos Santos) está fazer todos os esforços para que tudo esteja como previsto\", referiu.
AU

CONTRATAÇÕES
“Não sou treinador de arrastar jogadores”

O plantel do Progresso do Sambizanga para a época que se avizinha, começa a 4 de Fevereiro, mas ainda não está formado. Questionado se há na lista jogadores de sua confiança que devam ser contratados, Hélder Teixeira disse categoricamente que \"não é treinador de arrastar jogadores\".
\"Não sou treinador de levar jogadores de um lado para outro. Simplesmente, sou treinador e em conversações com a direcção do clube vamos encontrar jogadores que eventualmente possam potenciar a equipa\", disse.
Indagado sobre informações que dispõe sobre o futebol no clube do Sambizanga, Hélder Teixeira disse que sabe que a agremiação tem associados exigentes, para além de um histórico no Girabola Zap.
\"Sei que o Progresso tem um historial rico no futebol angolano, com o público muito exigente. Por esta razão, nós enquanto equipa técnica procuremos dar o nosso melhor no trabalho, para que realmente as exigências não sejam defraudadas, embora, sabemos que trabalhar sob pressão não é fácil, mas vamos gerir sempre e no sentido positivo\", clarificou.
Hélder Teixeira é coadjuvado na equipa sambila pelos treinadores Hilário Silva,  Guilherme de Sousa \"Matateu\" e Mbala José (treinador de guarda-redes).
AU