Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Estdio Mrio Santiago pode ficar com Progresso

16 de Dezembro, 2013

Temos de ter sempre reunies de auscultao de todos os sectores, para se saber o que se passa, pois, caso no, o descontentamento pode ganhar contornos advertiu.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Mário Santiago pode pertencer ao Progresso O Estádio Mário Santiago, ainda em obras, localizado no distrito do Sambizanga, pode nos próximos tempos ser propriedade do Progresso Sambizanga, conforme informação adiantada por Salviano Magalhães ao Jornal dos Desportos. Man Tai, como também é tratado pelos mais próximos, hoje embaixador do clube, disse, que o presidente do clube, Paixão Júnior, tem envidado esforços junto das autoridades de direito, no sentido dos “sambilas” serem os donos do estádio.

Por enquanto, está sob a alçada da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, mas as negociações para a cedência estão avançadas, de acordo com o entrevistado, ao que parece faltam apenas detalhes administrativos para se alcançar o acordo. “Muita coisa acontece no clube, às vezes o presidente não sabe. Pessoalmente já disse ao presidente, que o diálogo tem de prevalecer. Temos de ter sempre reuniões de auscultação de todos os sectores, para se saber o que se passa, pois, caso não, o descontentamento pode ganhar contornos” advertiu.

Benfica do Lubango volta a reunir

A direcção do Benfica do Lubango, reúne-se hoje à tarde, com os sócios, para prosseguimento das discussões, relativas às condições de preparação e participação da equipa, no Girabola , que começa a 21 de Fevereiro. Na última terça-feira, os assuntos da agenda não foram todos abordados, pelo que o ciclo de reuniões entre o presidente do clube, membros, vogais e sócios, continua a ser motivo de preocupação.

A equipa precisa de criar sobretudo, como reconhece a direcção, bases financeiras, administrativas e funcionais com vista a garantir as condições totais e necessárias para a participação da equipa principal de futebol no Girabola de 2014. A procura de apoio financeiro e material, o acréscimo do orçamento cedido anualmente pela patrocinadora oficial, o reforço do plantel, e a definição de uma planificação favorável para a próxima época, constituem as principais prioridades no conjunto de acções, que a direcção do grémio encarnado, pensa levar a cabo.

O Benfica do Lubango, necessita de três milhões de dólares (3 mil milhões de kwanzas), para garantir a participação, sem sobressaltos da equipa principal de futebol, no Girabola do próximo ano, segundo o vice-presidente para o futebol do clube encarnado, Jackes da Conceição. O valor serve para cobrir as necessidades inerentes à campanha do grémio no Girabola, desde a constituição do plantel, pagamento de salários, prémios de jogo, transporte, alojamento, alimentação e outras despesas correntes.

O vice-presidente para o futebol do Benfica do Lubango, definiu como objectivo principal para a próxima época, a manutenção da equipa de futebol no Girabola e, para a concretização desse objectivo, a direcção do clube dever melhorar os aspectos do ponto de vista funcional, administrativo e financeiro.

SALVIANO
Embaixador dos sambilas lamenta fracasso da equipa na época passada


O embaixador do Progresso Associação Sambizanga, lamentou a falta de uma equipa base, que fez não concretizar os objectivos traçados pela direcção do clube, no Girabola passado, que passava pela conquista dos primeiros cinco lugares, assim como a Taça de Angola. “A nossa equipa teve muitas oscilações na época passada, tanto no Girabola como na Taça de Angola, apesar de termos feito alguns resultados positivos, em algumas jornadas e em outros negativos. Os negativos, na minha analise, devem-se à falta de uma equipa base”.

Apostar hoje num e amanhã noutro jogador, disse, fez que a equipa encontrasse dificuldades para a constituição do plantel. “Não estou a culpar os técnicos, mas devo dizer, que um treinador, só deve mudar a equipa consoante as necessidades, o que se via, nos jogadores do Progresso, às vezes faziam uma boa partida e na jornada seguinte já não alinhavam”, disse.

FORMAÇÃO
O embaixador do Progresso disse, que os escalões de formação no clube estão um pouco distorcidos, quando no passado o Progresso era o ‘viveiro’ até do Petro de Luanda. “Se nos recordarmos bem do tempo passado, no Progresso saíram o Zico, Cacharamba, Zezinho entre outros, que não me vêm à memória, todos para o Petro de Luanda”, disse. Salviano disse ainda, que a falta de acompanhamento dos jogadores, que vêm dos outros escalões, fazem que o Progresso não consiga manter os jogadores das suas escolas.

“Ninguém acompanha. Há rapaziada, que está ai a brilhar, que saiu daqui, como o Mendinho, que está no Sagrada Esperança. Ninguém acompanha a sua evolução. Hoje aparecem jogadores de outras escolas, que conseguem granjear o que os jogadores do Progresso fazem” explicou. A intenção da direcção do clube mandar sete jogadores para o Brasil para formação durante três meses, é de acordo com Salviano, para potenciar os jovens nos seus próximos desafios. “Se não agarrarmos esses jovens, que vão ao Brasil, quando regressarem o Progresso vai perde-los. Por isso, é necessário depois do seu regresso, dar-lhes a maior atenção, em função dos valores que já ostentam” assegurou.
AVELINO UMBA

Plantel
Encontro clarifica
situação dos jogadores

Após a reunião da direcção com os sócios e depois com o técnico Jorge Nito, os jogadores que representaram a equipa na temporada passada começaram a receber cartas para renovação de contratos ou de dispensa. A direcção reitera o objectivo da permanência, pelo que o plantel principal de futebol tem de ser reestruturado em 40 por cento, embora muitos jogadores tenham ajudado na subida de divisão.

Certezas, como reforços assegurados, são: o avançado Rolf e os médios Severino e Chiquinho. O avançado Rolf e o médio esquerdino Severino contratados no princípio da presente época, ao Porcelana FC onde defenderam as cores do clube do Kwanza- Norte no recém terminado Girabola. Já o médio Chiquinho representou o Clube Desportivo da Huíla no Girabola deste ano.

O vice-presidente para o futebol do clube, fez saber, que as contratações vão privilegiar a aquisição de atletas, com experiência de Girabola. Indicou, que a ideia é reunir e juntar no plantel, a irreverência da juventude existente, à experiência e maturidade dos reforços com o perfil definido pela equipa técnica e o departamento de futebol.