Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

FAF encoraja direco dos Escorpies

Melo Clemente - 28 de Maio, 2018

Homem-forte do futebol nacional surpreendido com nvel organizacional do Clube

Fotografia: Jos Cola | Edies Novembro

O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva, encorajou a direcção do Clube Desportivo Escorpiões da Boa Fé, fortemente engajada na construção e requalificação  das suas infra-estruturas desportivas.
O homem -forte, do órgão reitor do futebol angolano, teceu estas considerações na quinta-feira,  depois da visita de cortesia que realizou às instalações daquela agremiação desportiva, situada no município de Viana, concretamente, no distrito da Estalagem.
Acompanhado do director de gabinete, Hugo Francisco Bessa Peixoto,  Artur Almeida e Silva recebeu explicações do presidente do Clube Desportivo Escorpiões da Boa Fé, Lúcio Assis, sobre o andamento das obras de requalificação do campo de futebol, que caminham na sua recta final, assim como deu informações sobre o arranque, para breve, da construção de um Pavilhão Multiuso, infra-estrutura que vai acolher as modalidades de sala.
O presidente da Federação angolana da modalidade começou por se inteirar das obras de requalificação, cujas bancadas estão já na recta final, de seguida dirigiu-se à sede do clube,  edifício de três andares, visita com duração de meia hora.
Na sala Isaac dos Santos foi dado a conhecer o projecto do Pavilhão Multiuso, a Artur Almeida e Silva, que tem o arranque das obras  previsto para breve, uma vez que a direcção da agremiação desportiva está a mobilizar apoios junto da classe empresarial do município de Viana e não só.
Em declarações à comunicação social, o presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), encorajou a direcção do Clube Escorpiões da Boa Fé, de Viana, a estar determinada na conclusão do projecto, que muito contribui para a inserção de jovens daquela comunidade.
“Sinto-me emocionado, com iniciativas como esta. Um clube pequeno,  com um nível de organização acima da média, para o que é a nossa realidade. Vejo aqui, iniciativa relativamente às infra-estruturas fantásticas, com a criação de bancadas para dar conforto a quem vier assistir os jogos,  sobretudo, perceber que o trabalho é virado essencialmente para à formação, e nós Federação apoiamos iniciativas como esta, sabemos das dificuldades que temos, queremos mobilizar apoios para este tipo de iniciativas. A minha vinda aqui, é para constatar in louco esta realidade, o que estão a fazer para potencializar este projecto, com possíveis apoios até externos”, disse.

TRABALHO NA BASE
Artur Almeida incentiva vianenses


A direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF) continua a incentivar os agentes desportivos da modalidade, para que a formação de futebolistas seja de qualidade, pois, reconhece que o futuro da modalidade reside aí. A constatação é do presidente Artur Almeida e Silva.
“Não tenho dúvidas que o futuro do futebol angolano está na formação. Há aqui, a ideia de incentivar que esta formação seja feita com qualidade, fazer com que os técnicos desta agremiação  adquiram mais conhecimentos. Fiquei extremamente satisfeito de saber que os técnicos aqui, participam com regularidade nas acções de formação que a FAF e a Associação de Treinadores de Angola levam a cabo, em quase todo o território nacional”, disse.
O dirigente federativo espera, que iniciativas como a do Clube vianense se multipliquem,  pela cidade capital e não só.
“Não tenho dúvidas ,que iniciativas similares devem surgir mais na capital do país, em particular, e no geral, em toda a parcela do território nacional”, referiu.
De acordo com Artur Almeida e Silva, as visitas de constatação vão prosseguir não apenas em Luanda.“Eu tenho estado a fazer uma série de visitas, muitas delas não são divulgadas, mas o nosso propósito não é a divulgação deste tipo de visitas, é, sobretudo, o incentivo real  aos agentes desportivos, particularmente, dos que fazem futebol; incentivá-los a prosseguirem, a terem coragem nesta luta que está a ser difícil. Um projecto como este, feito por iniciativa própria, com certeza que tem um cunho social muito grande, porque estão aqui centenas de crianças a serem inseridas na sociedade”, sublinhou.
Artur Almeida e Silva ofereceu 14 bolas à direcção do clube, gesto que foi agradecido pelos membros do grémio da Boa Fé. Para além do futebol, o clube movimenta as modalidades de basquetebol, xadrez, ténis de mesa, judo, andebol e voleibol.
                                                                                                   
FORMAÇÃO
Presidente da federação aconselha petizes


Artur Almeida e Silva aconselhou  os petizes do Clube Desportivo Escorpiões da Boa Fé, a apostarem cada vez mais na formação académica, para que a carreira desportiva seja coroada de êxitos.
Durante o encontro com os pequenos quinta-feira, em Viana, o líder da Federação pediu que a direcção do clube seja o primeiro fiscalizador, no que é o acompanhamento académico.
“Mais do que jogar futebol, têm de mostrar o mesmo desempenho na escola. Vocês têm de conciliar a prática desportiva com a académica. Só com a formação vocês podem tornar-se  grandes craques do futebol mundial. Portanto, gostaria que a direcção fosse a primeira fiscalizadora, antes mesmo dos encarregados de educação”, aconselhou Artur Almeida e Silva.Entretanto, as infra-estruturas desportivas surpreenderam o \"boss\" da FAF.
“Estou bastante surpreendido com as condições que encontrei. Relativamente aos clubes de bairro que já visitei, é sem sombras de dúvidas, o primeiro com esta visão estrutural. Por isso, saímos muito satisfeitos, na perspectiva de que está a fazer-se aqui um bom trabalho,  que nos vamos apoiar dentro do que for possível”, referiu.
Por seu turno, Lúcio Assis, presidente de direcção do Clube Desportivo Escorpiões da Boa Fé, de Viana, mostrou-se regozijado com a visita da comitiva da FAF.
“Gostaria, em nome da direcção, expressar a minha satisfação pela amabilidade que teve de visitar as nossas instalações. Esta visita, constitui uma mais-valia, as suas palavras de incentivo, de certeza serão guardadas e consideradas como um cavalo de batalha para materializarmos o que nos propusemos fazer para servir a nossa comunidade. Continuamos a trabalhar,  virados, fundamentalmente, para a inserção comunitária no seu papel social, para que a juventude encontre aqui um espaço de lazer”, sublinhou.