Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Gabo um adversrio extremamente exigente

Paulo Caculo - 16 de Novembro, 2019

O seleccionador nacional, Pedro Gonçalves, admitiu ontem, horas antes de seguir viagem à Libreville, vir a enfrentar dificuldades no jogo deste domingo, diante do Gabão, referente à segunda jornada do grupo D das eliminatórias ao CAN de 2021, nos Camarões. O técnico português ao serviço dos Palancas Negras, destaca o potencial individual do conjunto gabonês.
\"Sabemos da valia da selecção do Gabão, inclusive, do potencial individual que possui a equipa. Naturalmente que lamento o facto de Angola não ter tido oportunidades de competir, mas são sempre circunstâncias\", disse, conformado como o momento que enfrentam.
\"Não podemos agarrar-nos aquilo que já passou. Vamos ver o que podemos alterar  e construir o melhor para o futuro. De nada valerá apegar-nos ao passado, para falar sobre o que não fizemos. O passado serve para nos mentalizar e entender o que podemos corrigir\", disse o seleccionador.
Pedro Gonçalves sublinha, por outro lado, que \"o Gabão é um adversário  extremamente exigente\", que vai obrigar de Angola \"esforços redobrados\", mas sobretudo uma postura bem diferente daquela espelhada no jogo que ditou a derrota frente à Gâmbia.
\"Vamos tudo fazer dar a volta e procurar sermos bravos. Aliás, vocês viram a resposta que os jogadores deram. Mesmo a perder, fomos para cima do adversário e acreditamos que podíamos dar a volta ao resultado, mas não foi possível. Agora temos de ser bravos novamente, de cabeça erguida, e não estarmos envergonhados de nada e pensar que ainda temos mais para dar\", acrescentou.
O seleccionador sublinha que, em Franceville, a selecção entrará com o mesmo objectivo de sempre, com vontade de vencer, procurando ultrapassar o adversário, mas tendo em atenção as valias do adversário e as possibilidades que tem de poder vencer.
\"Temos encontrado formas para ultrapassar os adversários. Naturalmente que as valias do Gabão e a situação conjuntural, pode ser complicado ou não, mas compete a nós dar o melhor em prol de ultrapassar o adversário\", sublinhou, antevendo um jogo complicado.
\"Viemos de uma fase de grupos do CAN extremamente exigente e sabíamos disso à partida. Acredito, também, que estamos num grupo bastante equilibrado, com adversários de elevado potencial. Estamos aqui para progredir jogo-a-jogo, a pensar no imediato, mas também a médio prazo. Para já, vamos pensar no imediato\", assegurou.