Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Hula e Uge no duelo da final

Augusto Panzo - 10 de Novembro, 2017

Huilanos e uijenses lutam esta tarde para o trono do torneio 11 de Novembro em Velhas Guardas que est ser bastante renhido

Fotografia: Mequias Machagongo |Edies Novembro

As selecções provinciais de futebol das velhas guardas da Huíla e do Uíge disputam amanhã, a partir das 14H00, no Estádio do Ferrovia, cidade do Lubango, em partida referente à final da III edição do torneio inter-provincial, na referida categoria.

O desafio é aguardado com muita expectativa pelos amantes do futebol que uma vez mais terão a oportunidade de verem os craques de outrora engajados numa partida de confraternização, mas todos com o objectivo de erguer o troféu.

A selecção da Huíla passeou toda a classe no seu grupo nas fases anteriores, somando apenas vitórias até atingir as meias-finais, etapa em que acabou por beneficiar de mais um trunfo, mas de âmbito administrativo, porque seu adversário perdeu por falta de comparência.

Na fase regular, a selecção da Huíla estava integrada no grupo (D), com as similares do Huambo e do Namibe, em que ta última terminou sem somar um único ponto, contra os huilanos que amealharam seis pontos.

Por seu turno, o combinado da região do bago vermelho teve quase um percurso semelhante ao do seu opositor desta tarde, intercalando apenas por um empate na primeira fase.

Galgou degrau a degrau na prova com a merecida classe, o que o levou a chegar à grande final deixando para trás a selecção da Lunda Sul, adversário que derrotou nas meias-finais por duas bolas a zero. 

A delegação do Uíge parte esta manhã para o palco do desafio, movida pela confiança de que levará o troféu para a sua galeria, conforme garantias do chefe da delegação e capitão da equipa das terras do bago vermelho, Fonseca Kamussengue Kakieto.  

\"Como sempre, quem chega a uma final de competição tem ambições e nós não fugimos à regra. Estamos super motivados e a nossa intenção é de irmos a Lubango jogar e procurar ganhar o jogo, com vista trazermos o troféu à nossa galeria no Uíge\", assegurou o capitão dos uijenses.

O vencedor do torneio vai embolsar para a sua conta o somatório de quinhentos mil kwanzas (5000.000.00kzs), acrescido de uma taça, ao passo que o finalista vencido terá como prémio pecuniário o valor de trezentos mil kwanzas (300.000.00kzs).


TAÇA DA DIPANDA
Velhas Glórias jogam final


As equipas do Hoji ya Henda e de Viana, em velhas glórias, decidem na manhã deste sábado, a partir das 10H00, no campo \"Comandante Loy\", junto do hospital municipal de Viana, em Luanda, Sul, a partida da final da Taça da Dipanda, competição que vinha decorrendo desde o passado dia 28 de Outubro na capital do país.

Para atingir à final, a equipa do Hoji ya Henda superou as formações do Cariango e do Tala Hady, adversários na série A, enquanto que o conjunto de Viana deixou para trás as equipas do Prenda e do Cazenga, com as quais fez parte do outro grupo (B).

O coordenador da referida prova, Gildo Almeida, revelou que tudo está aposto para grande final desta primeira edição, e aguarda-se apenas pelo dia do jogo.

\"Está tudo preparado para este grande jogo da final. As condições estão criadas e as equipas também estão preparadas. Resta-nos, apenas aguardar pelo dia do jogo, que vai decorrer no campo \'Comandante Loy\', junto do hospital de Luanda Sul, em Viana\", assegurou o coordenador do torneio.

Quanto aos prémios a serem atribuídos, não envolvem valores monetários, mas apenas taças que serão entregues ao vencedor e ao finalista vencido, bem como ao melhor marcador do torneio e ao guarda-redes menos batido da competição.
AP