Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Inspectores avaliam Estádio do Ferrovia

25 de Janeiro, 2017

Inspectores da Federação Angolana de Futebol

Fotografia: Jornal dos Desportos

Uma equipa de inspectores da Federação Angolana de Futebol (FAF) inicia amanhã, quinta-feira, um programa de avaliação das condições das infra-estruturas do Estádio do Ferroviário da Huíla, localizado no Lubango, "casa" emprestada do Desportivo da Huíla para o Girabola/Zap.

A comissão é constituída por elementos da FAF, e do conselho nacional de arbitragem, que vão radiografar as infra-estruturas do Estádio, assim como da relva que vai albergar os jogos do Desportivo da Huíla para o Girabola Zap e para a  Taça de Angola.

Anselmo Vasco, vice-presidente da Associação provincial da Huíla de futebol para administração e finanças, disse à Angop, que a intenção é proceder à inspecção em dois campos, nomeadamente, o da Senhora do Monte e do Benfica do Lubango, mas devido ao problema da relva escolheu-se um.

“ Infelizmente, a província da Huíla só tem um campo em condições para albergar os jogos, que é do Ferrovia, por isso, lamentamos mais uma vez a situação, uma vez  que existem infra-estruturas de grandes dimensões que deviam ser bem exploradas”, realçou.

Edificado em 1970, na cidade do Lubango, capital da província da Huíla, o Estádio do Ferroviário beneficiou de uma reabilitação nas suas infra-estruturas em 2008, para  servir de apoio à Taça Africana das Nações de futebol, que o país albergou em 2010, onde a Huíla albergou a série D.

Localizado no bairro, A Luta Continua, também conhecido vulgarmente por Ferrovia, pela sua presença e proximidade com à Estação Central do Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM), a infra-estrutura tem bancadas com capacidade para 15 mil lugares.