Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Ivo satisfeito com o nvel do plantel

Jorge Neto - 29 de Julho, 2019

Campeo nacional apresentou sbado o plantel aos scios e adeptos para poca 2019/20

Fotografia: CONTREIRAS PIPA | Jornal dos Desportos

O técnico adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, considerou que o plantel para a época 2019/2020, satisfaz os objectivos do corpo técnico, tendo em conta as competições em que estarão envolvidos, nomeadamente a Supertaça, Girabola Zap, Taça de Angola e o acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões.
O antigo médio militar fez tais declarações à imprensa no último sábado, após a apresentação oficial do plantel para a nova temporada, diante do FC Bravos do  Maqui, a quem venceram por 2-1, com golos de Mabululu e Ary Papel, este de grande penalidade, enquanto Wiwi descontou para o adversário.
Formado por 27 jogadores, o antigo internacional angolano destacou, que o plantel satisfaz os objectivos definidos."Este é o nosso plantel para a próxima época, estamos satisfeito com os jogadores que temos a disposição e acreditamos, que estamos em condições para lutar pelos nossos objectivos nas provas em que vamos estar envolvidos", disse Ivo Traça.
Os tetra campeões nacionais, pretendem participar nas quatros competições ao mais alto nível, por isso reforçaram alguns sectores, desde a defesa ao ataque. "Vamos participar em quatro competições e formamos um plantel capaz de dar uma resposta positiva em todas elas. Daí que conseguimos reforçar alguns sectores e acreditamos que os novos jogadores estão a fazer uma boa adaptação, pois queremos estar mais fortes em relação a época passada", explicou o antigo médio militar.
Em relação ao jogo de apresentação diante dos maquisardes, o técnico minimizou o triunfo e disse faltar apenas acertar alguns detalhes no aspecto defensivo, antes do desafio da Supertaça. "O resultado não foi importante, mas sim a dedicação que os jogadores apresentaram", realçou.
Sublinhou que os indicadores deixados são positivos. "Foi uma primeira parte mais táctica e a segunda mais intensa. Ainda temos algumas coisas para corrigir, antes do jogo com o Desportivo da Huíla, no dia 2. Vamos trabalhar mais o aspecto defensivo do que propriamente o ofensivo", disse o auxiliar do sérvio Dragan Jovic.
A equipa técnica militar tem às disposição os seguintes jogadores: Tony Cabaça, Julião e Neblú (guarda-redes); Massunguna, Bobó, Isaac, Paizo, Jó, Natael, Bonifácio e Cirilo (defesas); Ibukun, Búa, Nelson da Luz, Catraio, Macaia, Mário, Mongo, Atouba, Kila e Zito (médios); Ary Papel, Mabululu, Dagó, Capita, Melono e Leonel Yombi (avançados).    
                                                      
MOTIVAÇÂO
Dany Massunguna
acredita no êxito  


O capitão do 1º de Agosto, Dany Massunguna, acredita no êxito dos militares na época que se avizinha, em função das condições de trabalho e do bom ambiente que reina no seio do grupo, para alcançarem os objectivos traçados.
O experiente defesa central, disse que o plantel está unido em torno dos objectivos traçados para as competições onde estarão envolvidos e perspectiva uma campanha tranquila ao longo da época. 
"Cada ano as competições são mais difíceis, mas estamos cientes de que teremos de trabalhar muito, para repetir os títulos conquistados na época passada. Temos um bom grupo de trabalho, boas condições, um ambiente salutar no balneário e estamos todos concentrados no mesmo objectivo", exaltou o capitão agostino.
O camisola 5 fez referências as caras novas no clube e afirmou que estão a adaptar-se bem com o apoio do resto do grupo. "Temos alguns novos colegas e outros vindos da formação, que já fizeram parte do plantel na época passada. Todos estão a adaptar-se ao clube e nós estamos aqui para ajudar. Temos uma equipa coesa e vamos trabalhar para repetir, o que fizemos na época passada", concluiu.
O camaronês Leonel Yombi, vindo do Desportivo da Huíla, garantiu que vai trabalhar muito, para conquistar a confiança da equipa técnica e ambiciona conquistar títulos com a camisola do 1º de Agosto. "Encontrei um bom grupo de trabalho e vou trabalhar bastante, para conquistar um lugar na equipa", prometeu.
Definiu como meta, neste novo desafio da sua carreira, conquistar títulos. "O 1º de Agosto é um grande clube, é o campeão, e naturalmente ambiciono conquistar títulos com esta camisola. Estou muito feliz por representar este clube, sei que a concorrência é forte, mas vou trabalhar para ajudar a equipa e marcar golos", rematou o último reforço dos tetra campeões nacionais.

ESTÁDIO FRANÇA NDALU
Adeptos aparecem em massa

O estádio França Ndalu registou um número considerável de adeptos, para testemunharem a apresentação da equipa de sénior, deixando claro que quando o 1º de Agosto começar a receber os adversários no seu reduto, certamente as bancadas estarão cheias.
O jogo diante da formação do FC Bravos do Maquis, deu para medir a pulsação de como ficarão as bancadas da futura casa dos tetra campeões nacionais, com os seus adeptos vestidos com as cores tradicionais do clube, mormente o vermelho e o preto.
Os sócios e adeptos marcaram presença em massa e o estádio só não teve a primeira enchente para um desafio dos agostinos, em função da organização do jogo ter limitado a entrada dos aficionados, que queriam"matar" a curiosidade de ver a equipa em acção, antes da estreia oficial diante da formação do Desportivo da Huíla, em partida referente a disputa da Supertaça.
O clube já tem utilizado o recinto para albergar as festividades de aniversário daquela agremiação desportiva, que se comemora no dia 1 de Agosto, com as actividades das várias modalidades que fazem parte do seu programa.  
O estádio França Ndalu, tem uma capacidade para vinte mil lugares (20.000), e, no sábado, por restrições da organização do evento, teve mais de metade do recinto preenchido. Contudo, os sócios e adeptos deverão esperar até ao ano de 2021, em princípio, para ver o conjunto militar jogar naquele estádio, pois as obras, que iniciaram em 2012, ainda não terminaram.