Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Ivo Traa quer vitria no duelo diante do ASA

JORGE NETO - 07 de Março, 2019

Militares defrontam aviadores depois de dois empates na segunda volta do campeonato

Fotografia: PAULO MULAZA | EDIES NOVEMBRO

O técnico-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, destacou as mudanças na equipa do Atlético Sport Aviação (ASA), mas garante que trabalharão, até hoje de manhã, todos os aspectos com o objectivo de ganhar o dérbi mais antigo do futebol nacional, amanhã às 17h00, no estádio 11 de Novembro, em desafio de antecipação da 18ª jornada do Girabola Zap 2018/2019.
O antigo médio dos agostinos manifestou a ambição da equipa em regressar aos triunfos, depois de dois jogos em que dividiram pontos, diante do Interclube e do Desportivo da Huíla.
\"Trabalhámos alguns aspectos tácticos em relação ao que é a equipa do ASA, porque eles estão um pouco modificados em relação a primeira volta e fizemos este trabalho para poder ganhar o jogo. Viemos de um empate e naturalmente queremos regressar às vitórias\", disse o técnico.
Ivo Traça referiu que o conjunto militar perdeu a capacidade de ter posse de bola, nos últimos jogos, daí ser um dos aspectos que merece igualmente a atenção da equipa técnica durante a preparação.
\"Estamos a ter pouca posse de bola nos últimos jogos e inserimos mais o nosso treino neste aspecto. Queremos ter mais posse e transição rápida da bola\", disse. Os militares não poderão contar com os préstimos de dois jogadores influentes, o lateral esquerdo Paizo e o extremo Nelson da Luz, que recuperam das respectivas lesões.
\"Os dois jogadores estão lesionados. O Nelson da Luz já saiu na primeira parte do jogo contra o Desportivo e o Paizo contraiu a lesão no jogo diante do Interclube. Não vamos poder contar com esses dois jogadores\", disse Ivo Traça, explicando as ausências dos  jovens atletas no treino de ontem de manhã, no estádio França Ndalu.     
Depois da má imagem que o tricampeão deixou na Huíla, beneficiou da passividade do Desportivo local, para empatar a três golos, e com o anuncio público do técnico Dragan Jovic que garantiu à sua continuidade no clube, em função de sentir o apoio do balneário, o capitão Dany Massunguna e companhia querem mostrar uma cara diferente no clássico. Apesar de estar muito longe dos seus tempos áureos, os aviadores já deram provas de ser um adversário perigoso, pelo que os militares não pretendem facilitar, aliás, só os três pontos em disputa interessam, para continuar na liderança do Girabola Zap.