Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Ivo Traa atento s dificuldades

09 de Julho, 2017

Militares querem manter ciclo vitorioso nos jogos que disputam no estdio do Buraco no Lobito

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro

O técnico-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, afirmou que estão conscientes das dificuldades que vão enfrentar hoje às 15h00, no estádio do Buraco, diante da Académica do Lobito, jogo referente à 19ª jornada do Girabola Zap 2017, mas fizeram uma boa preparação durante a semana para vencer.

\"Estamos a trabalhar bem, sabemos que teremos um jogo difícil no Buraco, vamos jogar com uma equipa que vem de alguns resultados negativos. Sabemos que as equipas  quando jogam contra o 1º de Agosto sentem-se motivadas, o que pensamos não fugirá à regra no Buraco.

A Académica do Lobito é uma equipa que foi buscar alguns jogadores, entre os quais um que  passou pelo 1º de Agosto (Ben Traoré), e acredito que trabalhou  muito para poder aparecer bem contra nós. Antevemos um jogo muito difícil, com uma Académica fechadinha à espera do erro do 1º de Agosto\", disse na última sexta-feira, em conferência de imprensa, no ex-RI 20.

O antigo médio militar garantiu terem trabalhado todas as vertentes de jogo, de modos a evitar serem surpreendidos em casa do adversário, daí todas as cautelas na preparação para este desafio. \"Estamos a trabalhar em todas as vertentes, na posse de bola, nas transições rápidas, situações ofensivas e defensivas e também no contra-ataque.

Por isso, é que preparamos este jogo com muito cuidado, porque sabemos que será muito difícil jogar contra a Académica do Lobito\", garantiu. Apesar de terem cedido quatro jogadores à selecção nacional, Ivo Traça faz uma avaliação positiva do desempenho da equipa nos três jogos realizados nesta segunda volta do campeonato.

\"A avaliação que fizemos dos jogadores é positiva, apesar de que gostaríamos de ter connosco os atletas que estão com a selecção, mas por estarem a trabalhar pela Nação eles não estão aqui. Temos um plantel vasto, onde os outros têm correspondido. Sem estes jogadores que estão na selecção fizemos três jogos, ganhámos dois e empatámos outro, para nós é um saldo positivo\", disse satisfeito.

Os campeões nacionais estão desde ontem de manhã no Lobito, onde realizaram um treino no período da tarde, que serviu para limar as últimas arestas, numa sessão voltada essencialmente para a descontracção dos jogadores.

1º DE AGOSTO
“Onze” inicial
sofre alteração


Depois de dois jogos consecutivos o \"onze\" inicial da equipa do 1º de Agosto vai sofrer alteração no desafio desta tarde, no estádio do Buraco, diante da Académica do Lobito, de acordo com o técnico-adjunto Ivo Traça. \"É possível que haja alguma alteração, às vezes fala-se que em \"equipa que ganha não se mexe\", mas as vezes é muito difícil, por motivos de lesões, cartões, doenças e mesmo o trabalho em si durante a semana. Pode haver sempre mudanças e acredito que vai haver.

Os jogadores são praticamente os mesmos que têm sido convocados nestes últimos jogos\", disse o adjunto de Dragan Jovic, sem especificar nomes.  O líder do Girabola Zap tem pautado, esta época, por uma alternância na equipa inicial, uma situação suportada pelas alternativas que dispõe o plantel. 

\"Se vocês estiverem atentos o 1º de Agosto a partir da quinta jornada que sempre teve mudanças na equipa, desde que começamos ainda não conseguimos jogar um onze durante três a quatro jornadas. Conhecemos o valor dos nossos jogadores, o mister e a direcção do clube acharam que nós podíamos participar do campeonato sem os quatro jogadores que estão na selecção, não havia motivo nenhum para nós pararmos\", defendeu.

Em relação aos ausentes Ivo Traça destacou o médio nigeriano Ibukun, que volta a falhar o jogo por questões clínicas. \"As baixas são as mesmas e os jogadores que estão a representar a selecção não são baixas. O jogador de referência é o Ibukun, o Vado já recuperou e integrou o grupo. O Ibukun vai fazer o exame na segunda-feira e só depois o departamento médico poderá falar quanto tempo ele vai ficar de fora\", finalizou.                                   
JN