Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Jorge Costa e Pedroto nas opes do Rio Seco

JORGE NETO - 21 de Novembro, 2017

Pedroto e Jorge Costa

Fotografia: Jornal dos Desportos/ Edies Novembro

A contratação do treinador Zoran Maki, o favorito para assumir o comando técnico do 1º de Agosto nas próximas duas épocas (2018 e 2019), entrou num impasse. O Jornal dos Desportos soube de uma fonte do grémio militar, que à mesa da direcção liderada por Carlos Hendrick surgiram outros nomes sonantes para substituir o bósnio Dragan Jovic, campeão nas duas últimas temporadas.
De acordo com a mesma fonte, entre os nomes que constam da lista para treinador do 1º de Agosto, destacam-se o do jugoslavo Zoran Filipovic  e dos portugueses Jaime Pacheco, Jorge Costa, António Caldas, Álvaro Magalhães e Bernardino Pedroto.
A direcção do 1º de Agosto, segundo a fonte que citamos, está agradada com o nome de Jorge Costa, mas a indicação feita por Dragan Jovic para Zoran Maki fez "acalmar as águas", e ponderar sobre as opções disponíveis.
De acordo com uma fonte, Zoran Maki  está em Luanda há 12 dias para acertar o vínculo com o campeão nacional, mas o facto é que até à presente data, o "casamento" ainda não se concretizou.
O técnico chegou a Angola como adjunto na formação do Kabuscorp do Palanca, depois passou a condição de principal, e também orientou o Sagrada Esperança da Lunda - Norte, foi uma indicação do ex -timoneiro militar Dragan Jovic, dada a preferência do clube angolano em técnicos da Europa do Leste.
Mais do que contar com um técnico oriundo da Europa do Leste, a direcção do 1º de Agosto pretende um timoneiro com bastante experiência à nível do futebol africano, dada a participação da equipa nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos em 2018, onde ambicionam uma boa participação.
A direcção do clube militar quer ouvir também as propostas dos técnicos citados, para depois decidir se avança com qual das contratações. Para já, Zoran Maki foi um dos primeiros nomes colocados na mesa de negociações.
Por parte da massa associativa e dos adeptos do clube, continua a expectativa em relação ao futuro timoneiro da equipa, depois de três anos e meio de consolado, considerado positivo feito por Dragan Jovic, período em que conquistou dois Girabola Zap (2016 e 2017) e uma Supertaça (2017).
Ainda sob comando do treinador bósnio, a equipa do 1º de Agosto terminou o Girabola Zap de 2014 e 2015, na segunda posição da tabela de classificação.