Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Kaly valoriza presença de Papel e Gelson na equipa B

Betumeliano Ferr?o - 19 de Janeiro, 2017

Carlos Alonso “Kaly” vê com bons olhos a integração de Gelson e Ary Papel no Sporting B

Fotografia: José Soares

O futuro imediato, dos internacionais Ary Papel e Gelson, passa pelo Sporting B, da segunda divisão portuguesa, um dos cenários que o ex - atleta Kaly tinha expressado. O defesa elogiou a atitude da direcção leonina, porque vê benefícios capazes de dourar a carreira da dupla angolana.
 "É normal que isto tenha acontecido, eles podem estar a querer proteger os jovens", argumentou.

A segunda divisão é um ponto de passagem obrigatório para os recém-chegados, que querem triunfar no exigente futebol luso, enfatizou o antigo central do 1º de Agosto e da selecção nacional. 

"Até os atletas da própria Europa, às vezes precisam de tempo para se adaptar, ao contrário do que muitos pensam, a primeira divisão portuguesa está entre as 5/6 melhores da Europa", enalteceu.

O tempo em que Papel e Gelson vão estar no Sporting B, não é o mais importante para o antigo colega, pois vê mais outro benefício na presença dos dois jovens na equipa inferior, conhecer melhor o clube em que estão inseridos.

 "O Papel e o Gelson saíram de Angola sem conhecer nada do Sporting, agora precisam de tempo para conhecer os cantos à casa, este conhecimento não se ganha da noite para o dia, leva sempre algum tempo", argumentou.

Antes de chegar ao futebol angolano, Kaly teve a oportunidade de jogar na primeira e segunda divisão portuguesa, pelo que está convicto de que os jovens atletas podem cumprir ao serviço do Sporting B, as etapas necessárias para chegarem à consagração.

O Sporting B é uma escola para Papel e Gelson, se eles conseguirem os desempenhos regulares dão o salto para a equipa principal, prevê Kaly.
"Eles chegaram à uma nova realidade, mas se estiverem bem adaptados onde todos nós desejamos vê-los, importante é que trabalhem bem para agarrar a primeira grande oportunidade de jogar na primeira divisão", augurou.

Embora o benfiquista Kaly esteja mais preocupado com a actualidade do seu clube do coração, também dedica a algum tempo a espreitar no quintal do rival, para perceber que os dois talentos angolanos podiam perder o brilho, se lançados de imediato às feras.

"O momento do Sporting no campeonato está longe de ser o ideal, investiu muito para ser campeão, mas está muito longe de atingir o objectivo, seria muito complicado pelas condicionantes do momento ver o Papel e o Gelson na equipa principal", explicou.

O ataque leonino terminou a primeira volta da Liga Nos sem engrenar, o que para Kaly pode ser uma janela de oportunidade para Jorge Jesus procurar soluções na equipa B.

"Neste momento, ele (Jorge Jesus) ainda não acertou no atleta que vai jogar atrás do ponta de lança, já procurou vários, mas sem sucesso, quem sabe não vê qualidades no nosso Gelson", augurou.

Quanto a Papel, referiu que também pode despertar a atenção de Jorge Jesus desde que  cresça sem perder o futebol que lhe é característico.
"Aqui (no país) ele (Ary Papel) tinha tempo para pensar e executar, lá é totalmente diferente,  é um jovem com grande potencial, é como eu digo sempre, o jogador profissional tem de estar preparado para ajudar a fazer a adaptação", rematou.