Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Libolo garante a fase de grupo

Val?dia Kambata - 16 de Abril, 2017

Angolanos suaram bastante ontem para lograr a qualificação na competição africana de clubes

Fotografia: Santos Pedro/Edições Novembro

A qualificação do tetracampeão nacional resulta do facto de ter empato a um golo no desafio de Antananarivo.

O CNAPS Sport do Madagáscar sabendo que desvantagem que tinha na eliminatória, devido ao golo sofrido em casa, entrou determinado em chegar ao golo o mais cedo possível.  Prova disso,  foram os dois lances protagonizados nos primeiros cinco minutos, que quase resultaram em golos, valendo a grande intervenção  do guarda-redes Landu que, diga-se de passagem, esteve em tarde de grande inspiração. 

Contudo, a meio da primeira parte a equipa do Recreativo do Libolo  equilibrou o jogo  e passou a atacar  com mais frequência à baliza  do  CNAPS Sport.  o primeiro grande perigo da equipa de Calulo aconteceu  aos 20 minutos, quando Diawara assistiu Viet à entrada  da grande área, mas não teve grande proveito para os angolanos, pois o guarda-redes da equipa adversária estava atento.

Na segunda parte a equipa da Vila de Calulo entrou mais concentrada, não dando muito espaços ao adversário, que procurava a todo custo marcar um golo. Sem receio, os malgaxes do CNAPS Sport colocaram em campo mais dois  avançado, obrigando a equipa  de casa  a recuar no terreno de jogo.

Porém, a determinação  da equipa de  Carlos Vaz Pinto anulou o desejo dos forasteiros em fazer melhor no jogo, não obstante terem se apresentado ontem, em Calulo, com a lição muito bem estudada.

A três minutos do fim da partida, a equipa do Libolo apanhou um valente susto quando  na cobrança de uma falta a equipa do Madagáscar quase chegou ao golo, deixando por alguns instantes o Estádio de Calulo em silêncio.

Na primeira mão que decorreu em Madagáscar, os dois clubes empataram a uma bola. O golo do Recreativo do Libolo foi da autoria de Kaya, médio do Congo Brazzaville. Aliás os angolanos estiveram a vencer até muito perto do fim do jogo.