Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Mrio Soares aguarda integrao de Mbongo

Gaud?ncio Hamelay,no Lubango - 13 de Fevereiro, 2017

Avanado regressa casa para reforar o ataque do Desportivo da Hula

Fotografia: Jornal dos Desportos

O técnico do Desportivo da Huíla, Mário Soares, confessou em entrevista ao Jornal dos Desportos que aguarda com ansiedade a integração do avançado camaronês Mbongo, finalizador nato e que regressa a casa, para ajudar a equipa a concretizar os objectivos traçados para esta época. 

O treinador afirmou que o avançado contratado para reforçar o ataque dos militares da Região Sul desfalca a sua formação nas primeiras três jornadas da prova devido a sua integração tardia no grupo de trabalho.

“Tenho um jogador que todos nós esperamos muito dele. Foi uma alegria o seu regresso  já que é um finalizador nato e conhece bem à nossa casa. Trata-se do Mbongo. Não está em condições físicas para fazer parte nestas primeiras jornadas e acredito que nas três primeiras rondas poderemos não contar com ele”, afirmou com semblante ansioso.

Acredita que com a entrega que tem evidenciado nos treinos a sua inclusão pode acontecer nos próximos dias para felicidade de todos. “Tem que fazer uma recuperação já que chegou tarde e integrou-se na equipa quando estávamos aproximadamente com quarenta treinos”, destacou.

Referiu que a componente física é importante e faz muita diferença para qualquer atleta, por isso, espera que Mbongo recupere esta componente o mais rápido possível. Revelou que a equipa técnica está a trabalhar para a sua recuperação o rápido possível e que não apareçam mais condicionalismos no plantel.

Sublinhou que a par desta contrariedade, a primeira jornada acabou por ser marcada também por alguns problemas administrativos, influenciado a não utilização de certos jogadores preponderantes.

“Não pude ter o plantel todo disponível e espero que isso não aconteça mais vezes, porque tenho alguns jogadores não estavam em forma física para poder fazerem parte do plantel. Mas serão jogadores a contar futuramente”, esclareceu.

Mário Soares adiantou que apresentou diante do ASA um onze que acredita ser a melhor equipa naquele momento, contudo, confirmou que podem acontecer mexidas, justificando que como em qualquer área da vida nada é estático, e um ou outro jogador vai entrar em relação o conjunto da época passada.

“Houve como disse novo treinador. E como em qualquer área da vida quando nós aparecemos alguma mudança vai acontecer. Daí que um ou outro jogador vai entrar em comparação com aquilo que foi a equipa do ano passado. Vai entrar e dos jogadores que ficaram. Mas, a mudança terá que ser de uma forma substancial porque eu continuo a dizer que o CDH, sofreu uma sangria. E nós temos que fazer grandes mudanças”, anunciou.

De salientar que saíram da equipa para outros clubes o Nandinho (Petro de Luanda), Cassinda (Kabuscorp do Palanca), Dany Traça (Sagrada Esperança), Tchitchi (Recreativo da Caála), Maludy (regressou para o Petro de Luanda), Jó (11 Bravos do Maqui), Elísio e Kumaca (regressaram para o 1º de Agosto).