Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Militares confirmam fase de grupos da Champions

Jorge Neto - 19 de Março, 2018

Campeo nacional conhece adversrios da prova africana a 21 do corrente

Fotografia: Edies Novembro

A equipa do 1º de Agosto voltou a apurar-se para a fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, 21 anos depois  da primeira e única presença até sábado, ao eliminar a formação do Bidvest Wits da África do Sul, na marcação de pontapés de grandes penalidades, eliminatória em que teve de apelar à forte capacidade de sofrimento e vontade de vencer.
A vantagem que os campeões nacionais traziam da primeira mão, em Luanda, por 1-0, com golo de Geraldo, foi desfeita aos 80m pelo  moçambicano Elias Pelembe, que aproveitou uma desatenção da defesa agostina, resultado com que terminou o desafio.
Ao recorrer à marcação de grandes penalidades, o 1º de Agosto contou com Tony Cabaça que alinhou de início em substituição do lesionado Neblú, mas queixava -se de uma lesão contraída no desafio com o Kabuscorp do Palanca referente ao Girabola Zap. Cabaça esteve bem e fez  a sua equipa vencer por 3-2 , ao defender a primeira e a terceira penalidades marcadas pelos sul-africanos.  
Além de enfrentar a formação do Bidvest Wits e os seus adeptos, os campeões nacionais  suportaram  a má arbitragem do juiz somali, Hassan Mohamed Hagi, muito tolerante para com os jogadores sul-africanos que abusaram do jogo violento, \"castigava\" principalmente Geraldo e Ibukun.
Os \"estudantes\", designação dos adversários, tentaram marcar o mais cedo possível, porém, encontraram a defesa agostina preparada, embora, nos últimos dez minutos da partida tenha sofrido o golo.
Todavia, faltou à formação angolana  o seu jogo habitual, trocar mais a bola, pareciam nervosos e perdiam as jogadas de forma fácil, até pareciam  em desvantagem na eliminatória. Antes do intervalo, Geraldo desperdiçou duas excelentes oportunidades de marcar  diante do guarda-redes Darren Keet.
Com a “sombrinha” do árbitro, os sul-africanos enervavam os jogadores angolanos, que caíram na conversa algumas vezes, inclusive a equipa técnica, mas  conseguiram aguentar no relvado.
O técnico Zoran Maki teve dois revés no desafio, as saídas inesperadas do defesa -central Dany Massunguna e do guarda-redes Neblú, ambos por lesão.
Na última vez que os militares disputaram a fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, em 1997, estiveram no grupo B, com as equipas do Raja de Casablanca de Marrocos, Usma da Argélia e Orlado Pirates da África do Sul.
Para  este ano,  estão confirmadas as formações do Al Ahly do Egipto, TP Mazembe da República Democrática do Congo e o Kampala City do Uganda, que foi o último adversário que eliminou o 1º de Agosto em 2017, na primeira eliminatória da prova.
O sorteio da fase de grupos acontece no dia 21 no Cairo, Egipto, e a primeira jornada está agendada para o período de 4 a 6 de Maio.

TORNEIO COMUNICAÇÃO SOCIAL
Edições Novembro nos “quartos”


As equipas da Edições Novembro, Banda TV, Nova Gazeta e TV Zimbo juntaram-se às formações da RNA, CIAM, TPA e ZAP nos quartos-de-final da primeira edição do Torneio da Comunicação Social em futebol de salão, após a disputa dos últimos quatro jogos referentes à terceira e última jornada dos grupos C e D da prova, que se disputa desde o dia 3 de Fevereiro até 28 de Abril, no campo de jogos Manuel Berenguel e no Centro de Produção da TPA, numa organização do CIAM.
Coube à equipa da Nova Gazeta protagonizar a surpresa da série C, ao golear a TV Zimbo, por 6-2, ao intervalo estava a vencer por 3-1. Deste jogo, realce é o facto de ambos os conjuntos acusarem a responsabilidade na partida e protagonizarem um desafio de nervos, com muita confusão que obrigou a arbitragem a expulsar um jogador de cada equipa.
O triunfo permitiu à Nova Gazeta encerrar a fase de grupos na liderança da série C, com nove pontos, à frente da TV Zimbo, com menos três, ou seja, seis pontos.
Ainda para o mesmo grupo, o Cefojor não teve grandes dificuldades de superar a turma da Rádio Ecclésia, a quem venceu por 6-3. Os números da vitória dos profissionais do centro de formação espelha o domínio absoluto que exerceu durante quase todo os 40 minutos de jogo. Ambos os conjuntos estão afastados da fase seguinte da prova.
A contar para o grupo D, a equipa da Edições Novembro depois de na jornada anterior  cilindrar a LAC por 10-1, acabou por  beneficiar de um triunfo (3-0) por falta de comparência aplicada ao conjunto da Rádio Kairós, por ausência no local de jogo e à hora marcada. O triunfo permitiu aos profissionais do principal diário do país apurarem-se para a fase dos quartos-de-final.
Noutro jogo, a formação da LAC viu-se impotente para evitar uma nova derrota ante a equipa da Banda TV, com quem perdeu por 1-3. Os radialistas até começaram bem o jogo, adiantaram-se no marcador, mas não revelaram depois força colectiva e solidez competitiva para fazer melhor que os homens da televisão.
No fim-de-semana garantiram a qualificação aos quartos-de-final da prova, as equipas da RNA e CIAM, no grupo A, e TPA e ZAP, na série B. A equipa da RNA garantiu o apuramento mercê do triunfo sobre a Rádio Tocoista por 10-6, enquanto o CIAM derrotou a Rádio Mais, por 8-1. A formação da ZAP empatou 3 -3 diante da Angop e a Nova Vaga perdeu frente a TPA, por 7-2.
De resto, a fase dos quartos-de-final disputa-se a partir do dia 31 do corrente. O emparceiramento dos jogos vai ser definido depois do sorteio, agendado para amanhã no Auditório do CIAM. 
                                        PAULO CACULO
ANA PAULA NETO
Ministra dos Desportos felicita plantel agostino


A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, felicitou no sábado em Luanda o Clube Desportivo 1º de Agosto, pela qualificação da equipa de futebol à fase de grupos da 22ª edição da Liga dos Clubes Campeões de África.
Após a vitória do bicampeão nacional, por 3-2 aos penáltis diante do Bidvest Wists da África do Sul, em Joanesburgo, a titular dos Desportos remeteu uma mensagem devido à qualificação, feito que orgulha o desporto angolano e continental.
A antiga andebolista da selecção nacional recordou que se trata  de uma conquista obtida depois da primeira participação da formação “militar”,  nesta etapa da competição africana de clubes em 1997.
“Felicito todo o plantel e à direcção do 1º de Agosto, pelo feito que se regista há mais de duas décadas, depois da primeira qualificação”, frisou a titular numa mensagem a que a Angop teve acesso.
Para a qualificação, o 1º de Agosto venceu no dia 7 o adversário sul-africano, por 1-0, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, com golo de Geraldo aos 80 minutos.
No sábado, em Joanesburgo, a formação do “Rio Seco” também perdeu pelo mesmo resultado. Com a eliminatória igualada no cômputo das duas “mãos”, recorreu-se à marcação de grandes penalidades que os angolanos venceram, por 3-2.