Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Moco emprestado ao FC do Maquis

Valdia Kambata - 20 de Outubro, 2018

Moco reforo do FC Bravos do Maquis para a temporada futebolstica de 2018/2019.

Fotografia: DR

O ponta-de-lança Moco, que esteve  vinculado ao Interclube na época  passada, é o mais recente reforço do FC Bravos do Maquis para a temporada  futebolística de 2018/2019.
O atleta, que já trabalha a dois dias com a equipa de Zeca Amaral, por empréstimo da equipa  do Rocha Pinto, até o final do campeonato, garante  que vai para o Luena por conhecer bem o treinador  Zeca Amaral, pois, segundo o mesmo, \"é um bom conhecedor do futebol nacional\".
 \"Já trabalhámos  juntos na selecção  nacional  e conheço bem os seus métodos\",  salientou, para depois referir que as poucas oportunidades que teve na formação da Polícia, levou-o à procura de um outro clube, no sentido de relançar a sua carreira desportiva. \"Os últimos dois anos  não correram-me bem, fui pouco utilizado. Agora, com esta oportunidade, quero regressar aos jogos e, com o treinador Zeca Amaral, tenho a certeza de  que as coisas vão correr bem. Sou um ponta de lança  e, como minha função é marcar golos, espero cumprir e, assim, regressar à selecção nacional\", acrescentou.
Moco estreou-se no Girabola Zap ao serviço do Interclube em 2008 e, de lá para cá, nunca representou outro clube.
\"Por isso estou com alguma expectativa, mas, ainda  assim, acredito que vou fazer um bom campeonato. Basta apenas  trabalhar\", prometeu.
Além da equipa do Moxico, o Sagrada Esperança também esteve na corrida pelo  atleta.
\"Havia mais clubes interessados para além do Bravos do Maquis. Um deles é o Sagrada Esperança, mas, como já disse, preferi a equipa do Moxico, porque dá alguma garantia, e particular o sonho de um lugar nas Afrotaças\", revelou Moco.
O Girabola Zap embora não tenha ainda arrancado, o \"novo\" ponta de lança já tem os objectivos bem traçados.
\"O principal  objectivo é  ajudar o clube  a atingir o seu propósito, que é terminar o campeonato entre os cinco primeiros classificados. Sei que não vai ser fácil, mas vamos lutar para cumprir  com essa meta\" afirmou.No capítulo individual e técnico, o jogador sublinhou que \"espero conseguir  boas exibições e, quem  sabe, jogar  no estrangeiro num bom clube. Possuo capacidade e acredito que  posso chegar lá, desde que  continue a trabalhar”, disse.