Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Mpatu a Ponta regressa s competies

Augusto Panzo - 26 de Fevereiro, 2018

APF do Bengo e direco da agremiao do Ambriz acertaram os pormenores

A equipa do Mpatu a Ponta do Município de Ambriz, província do Bengo, está de regresso às competições oficiais, sob a égide da Federação Angolana de Futebol (FAF),  cumpridos que foram os três anos de castigo federativo impostos em 2015 pelo órgão reitor da modalidade no país , por  não  cumprir na íntegra o período de competição.
A confirmação do regresso às competições aconteceu na sexta-feira, transmitida ao Jornal dos Desportos pelo secretário-geral do clube, José Kito Alfredo, e corroborada pelo presidente da APF do Bengo, Adão Paulo Kizembe.
\"A equipa do Mpatu a Ponta está de volta à alta competição nacional. Cumprimos os três anos de castigo que nos foi impostos pela FAF, agora, estamos prontos a participar nos campeonatos provinciais de futebol do Bengo. Na sexta-feira fui a Caxito trabalhar com a APF, para saber quando arrancam as provas\", disse José Kito Alfredo.
Por seu turno, o presidente da APF do Bengo, Adão Paulo Kizembe, manifestou-se satisfeito com o regresso da equipa do município de Ambriz às competições, na medida em que isso vai engrandecer o leque de clubes sob controlo da instituição que dirige.
\"Em princípio, confirmo o regresso da equipa do Mpatu a Ponta às provas. Já cumpriu  o castigo que foi imposto pela FAF, e agora, está em condições de participar nas provas provinciais\" disse Adão Paulo Kizembe. 
O dirigente máximo da APF do Bengo destacou ainda, o facto de ver o leque de equipas aumentar, com o regresso do Mpatu a Ponta, pois, vai impor mais competitividade às provas provinciais.
\"O regresso é importante para a APF, na medida em que vai possibilitar que haja mais competitividade nas provas, visto que aumenta o leque de equipas envolvidas nas provas\", ressaltou.
Na sua primeira aparição, em 2014, a equipa do Mpatu a Ponta participou no campeonato provincial de futebol sénior masculino do Bengo, na fase provincial da Taça de Angola e no Zonal de Apuramento ao Girabola do ano de 2015.
Infelizmente, por razões diversas, a direcção da equipa viu-se obrigada a desistir das provas, o que contraria os regulamentos oficiais da FAF, motivo pelo qual o Mpatu a Ponta foi punido ao abrigo dos regulamentos.


ESTRATÉGIAS
Dirigente pretende jogos em Ambriz

O presidente de direcção da equipa do Mpatu a Ponta, Diogo Mpatu, defende a necessidade do conjunto efectuar jogos na vila de Ambriz, sede municipal da circunscrição com o mesmo nome, para dar o verdadeiro carácter de provinciais a todas as provas que forem disputadas na província do Bengo.
\"Vamos defender para que os nossos jogos caseiros sejam disputados na vila de Ambriz, ao contrário do que acontece, em que as partidas referentes aos provinciais são realizadas nos campos da cidade de Caxito e arredores. Isso, tem de acabar, porque precisamos de dar o verdadeiro carácter de provinciais às provas que se realizem no Bengo, defendeu o dirigente do Mpatu a Ponta.
Aliás, isso, constitui o cumprimento escrupuloso de uma directriz emanada no ano passado pela Associação Provincial de Futebol do Bengo \"APFB\", em que a instituição fazia menção da  necessidade de expandir as competições à todos os municípios do Bengo, de maneira a que as provas tenham o  verdadeiro carácter de provinciais.
Depois de confirmar o regresso da equipa à alta competição, o presidente de direcção avança que o elenco vai fazer os possíveis, de maneira que a equipa consiga resultados que a catapultem a altos patamares desportivos nacionais.
\"Na verdade, voltámos à alta competição com a lição estudada. Já não queremos cometer o erro do passado. Vamos lutar e procurar fazer  os possíveis para que isso não volte a acontecer\", revelou DiogoMpatu.                                                                               AP